Atlético-PR vence o vice-líder Botafogo e entra para G-4

Por BAND

O Atlético-PR venceu o Botafogo por 2 a 0 neste domingo, em casa, desbancou o rival da liderança do Brasileirão e ainda assumiu uma vaga no G4. O time paranaense agora é o quarto colocado, com 27 pontos e o Alvinegro carioca está em segundo lugar, com 29.

Os gols do Furacão foram marcados por Ederson, que chegou a 10, empatando com William, da Ponte Preta, na artilharia da competição.

Na próxima rodada, o Botafogo recebe o São Paulo, domingo que vem, às 16h, no Maracanã, pela 17ª rodada do Brasileirão. Antes, porém, o time tem um compromisso importante diante do Atlético-MG, em Belo Horizonte, quarta-feira, às 21h50, na partida de volta pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Já o Furacão na próxima rodada enfrenta o Náutico, sábado, às 18h30, na Arena Itaipava Pernambuco.

O jogo

Com Seedorf de volta, e Lima na vaga de Julio Cesar, suspenso, o Botafogo iniciou a partida no Durival de Britto sendo sufocado pelo Atlético-PR. O Furacão, empurrado por sua torcida, tentava surpreender a defesa alvinegra com os rápidos Dellatorre e Ederson. No entanto, os constantes erros de passes atrapalhavam os contra-ataques.

O Botafogo, como vem acontecendo nos últimos jogos, no primeiro tempo, não conseguia armar boas jogadas, e também com muitos erros de passes, não conseguia entrar na defesa paranaense. Apesar da pressão atleticana, o primeiro chute com perigo ao gol de Jefferson, aconteceu aos 31 minutos. Já o Botafogo, em toda a primeira etapa não deu chute sequer ao gol de Weverton.

Os melhores lances ficaram para os instantes finais da primeira etapa. Aos 43 minutos, Everton cabeceou no canto esquerdo e Jefferson fez uma linda defesa. Na sequência deste lance, Dellatorre, sem marcação, ajeitou e bateu no canto. A bola bateu bonito, mas a bola saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, aos 45, Paulo Baier, de fora da área,l arriscou e Jefferson fez mais uma boa defesa, segurando o empate.

Atlético-PR mantém pressão

Assim como terminou o primeiro o primeiro tempo, o Atlético-PR começou a segunda etapa pressionando o Botafogo. E logo com 1 minuto, após falha coletiva da defesa alvinegra, em grande jogada de Dellatorre, Ederson fez o seu nono gol no Campeonato Brasileiro e abrindo o placar.

A pressão atleticana continuava e Oswaldo de Oliveira tirou Rafael Marques, colocando Elias. Mas logo em seguida, aos 11 minutos, em nova falha de marcação da defesa alvinegra, novo gol de Ederson e o Atlético-MG fez 2 a 0. Seedorf, retornando ao time, após recuperar-se de uma pancada no joelho direito, era figura apagada em campo. Depois do segundo gol, ele passou a se movimentar e aparecer mais para o jogo.

Em busca de uma reação, Oswaldo de Oliveira tirou o volante Marcelo Mattos e colocou o atacante Alex. Mesmo assim, a equipe continuava sem ter força para reagir. Já o Furacão, depois de fazer os dois gols, se recuou e passou a tocar a bola. Para piorar a situação de dos botafoguenses, Vitinho, em jogada na área atleticana atingiu o goleiro e foi expulso de campo. Por puxar o cabelo do camisa 31, Pedro Botelho também levou cartão vermelho. No mesmo lance, Jefferson levou cartão amarelo e está suspenso na próxima rodada. Assim como ele, Seedorf foi edvertido e não joga contra o São Paulo.

ATLÉTICO-PR 2 X 0 BOTAFOGO

Local: Estádio Durival de Britto, Curitiba (PR)
Data-Hora: 25/8/2013 – 18h30 (de Brasília)
Público/Renda: não divulgados
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Altemir Hausmann (RS) e Emerson Augusto de Carvalho (SP)
Cartões Amarelos: Luiz Alberto (ATP), Bolívar (BOT), Manoel (ATP), Edilson (BOT), Jefferson (BOT)
Cartões Vermelhos: Vitinho (BOT) e Pedro Botelho (ATP)
GOLS: Éderson, aos 1/2°T (1-0) e aos 11/2°T (2-0)

BOTAFOGO: Jefferson, Gilberto (Edilson 29’/2ºT), Bolívar, Dória e Lima; Marcelo Mattos (Alex 26’/2ºT) e Gabriel; Lodeiro, Seedorf e Vitinho; Rafael Marques (ELias 11’/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonas (Juninho 35’/2ºT), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Bruno Silva, João Paulo, Paulo Baier (Marco Antônio 27’/2ºT) e Everton; Éderson e Dellatorre (William Rocha 43’/2ºT). Técnico: Vagner Mancini

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo