Presidente da Rússia proíbe protestos durante Jogos de Sochi

Por BAND
Putin definiu também que só veículos com placas locais, de emergência e da organização poderão transitar pela cidade | Mikhail Klimentyev/Reuters Putin definiu também que só veículos com placas locais, de emergência e da organização poderão transitar pela cidade | Mikhail Klimentyev/Reuters

Após as polêmicas geradas pela lei anti-gay, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou um decreto nesta sexta-feira que proíbe manifestações entre 7 de janeiro e 21 de março, período da Olimpíada de Inverno de Sochi, que começa no dia 7 de fevereiro, em 2014. O texto, publicado em diário oficial, ressalta que não serão toleradas “manifestações, passeatas e piquetes”.

Putin definiu também que só veículos com placas locais, de emergência e da organização poderão transitar pela cidade.

Na última quinta-feira, o Comitê Olímpico Internacional (COI) informou que recebeu um comunicado do governo russo dizendo que todos serão bem recebidos durante os jogos, independente da orientação sexual, e que irá impedir qualquer tipo de descriminação.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo