Corinthians é surpreendido, e perde para o Luverdense na Copa do Brasil

Por Tercio Braga

Se toda a cidade de Lucas do Rio Verde esperava ver o campeão mundial, não foi esse o time que entrou em campo. Com uma partida apática e rara nos últimos anos, o Corinthians não conseguiu produzir nada e ainda saiu de campo derrotado por 1 a 0 pelo Luverdense. As expulsões de Emerson e Romarinho deixaram o Alvinegro com nove e ouvindo gritos de olé da torcida mato-grossense, que viu o zagueiro e capitão do time local, Zé Roberto, também ser expulso. O gol foi feito no final da partida por Misael, que recebeu lançamento e dominou com a mão para marcar. No entanto, essa era a última das preocupações dos paulistas esta noite.

As equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira no Estádio do Pacaembu, às 21h50. O Corinthians precisa de uma vitória por dois gols para garantir a vaga. O Luverdense fica com a vaga se empatar.

Próximos Jogos

O Corinthians volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro no domingo, contra o Vasco, em São Januário, às 16h.

O Jogo

Com Sheik no banco por questões técnicas e disciplinares, segundo Tite, Paulo André, Fábio Santos e Renato Augusto foram poupados – Felipe, Igor e Ibson os substitutos. Com esta formação, o Timão teve uma apresentação muito distante do que a torcida alvinegra se acostumou a ver nos últimos anos. No Mato Grosso, teve novamente um ataque inoperante. Pato, mais uma vez, não atuou em nível que valha os R$ 40 milhões que custaram aos cofres do Parque São Jorge para repatriá-lo. Resultado: foi substituído logo no início da etapa final, pelo Emerson, e saiu de campo vaiado.

É verdade que o gramado do Passos das Emas estava em péssimas condições, mas não serve de justificativa para o desempenho corintiano. O Alvinegro conseguiu algumas triangulações no primeiro tempo, mas a conclusão não foi certeira. Ou acabou fora, como na tentativa de Guerrero após raro cruzamento de Ralf ou parou na defesa adversária, caso de Romarinho.

Bem postado atrás e à espera do contra-ataque, o Luversdense esbarrou na incompetência técnica de seus jogadores. Ora erraram o último passe, aquele que deixaria o atacante na cara do gol, ora o equívoco acontecia no momento do arremate, na hora agá.

Na volta do intervalo, a postura do Corinthians não mudou tanto. Pior, levou sustos em investidas constantes do rival, que quase marcou logo no reinício do confronto. Tozin cruzou pela direita, Felipe não conseguiu afastar a bola, e a finalização de Washington tirou tinta do travessão de Cássio.

Em seguida o Timão ficou com um a menos em campo: Romarinho, que já havia levado amarelo por falta no primeiro tempo, puxou adversário e levou a segunda advertência: cartão vermelho e ida para o chuveiro mais cedo. Aos 27 minutos foi a vez de Tozin, o camisa 9, ficar no quase em arremate que levantou o público nas arquibancadas.

Mas foi aos 32 minutos que os torcedores foram incendiados, após um princípio de confusão entre os atletas. Emerson, que estava há 22 minutos em campo, envolveu-se em um entrevero com o zagueiro Zé Roberto, e os dois foram expulsos pelo árbitro Pablo dos Santos Alves.

Se com 11 jogadores o Timão já não criava, recuou com um atleta a menos e levou o castigo. A um minuto do fim, Misael recebeu lançamento, a bola parou no braço do atacante, que tocou na saída de Cássio. É o gol da vitória, é o gol da zebra!

LUVERDENSE 1 x 0 CORINTHIANS

Local: Passo das Emas, Lucas do Rio Verde (MT)
Data-Hora: 21/8/2013 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Adson Márcio Lopes Leal (BA)
Cartões Amarelos: Romarinho, Pato (Corinthians); Braga, Carlão (Luverdense)
Cartões Vermelhos: Romarinho, 19’/2ºT; Emerson, 32’/2ºT; Zé Roberto, 32’/2ºT
Gol: Misael, aos 44’/2ºT (1-0)

LUVERDENSE: Gabriel Leite, Raul Prata, Zé Roberto, Braga e Edinho; Julio Terceiro (Carlão, 28’/2ºT), Gilson, Washington e Rafael Tavarez (Samuel, 31’/2ºT); Misael e Tozin (Tatu, 43’/2ºT). Técnico: Júnior Rocha

CORINTHIANS: Cássio, Alessandro, Gil, Felipe e Igor (Igor, 27’/2ºT); Ralf, Ibson, Romarinho, Danilo e Pato (Emerson, 10’/2ºT); Guerrero. Técnico: Tite

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo