Após beijo, Sheik critica preconceito: "esse sou eu fora de campo"

Por BAND
Sheik dá Sheik dá ‘selinho’ no amigo Isaac | Reprodução/Instagram

Um dia depois de causar polêmica ao publicar uma foto dando um selinho no empresário Isaac Azar, Emerson esteve no programa “Os Donos da Bola”, da Band, nesta segunda-feira, e se defendeu das críticas. O atacante disse que o gesto foi uma demonstração de carinho ao amigo, dono do restaurante Paris 6 – “um queridão”, afirmou. O jogador aproveitou para reclamar do machismo no mundo futebol e criticar o que chamou de “preconceito babaca” das pessoas que reprovaram o ato.

Veja também:
Sanchez: Itaquera terá jogos do Corinthians em fevereiro
Timão não terá três titulares na estreia na Copa do Brasil
Torcedores do Corinthians protestam contra selinho de Sheik
Amigo de Sheik explica selinho no atacante: “é meu brother”

“O futebol é muito machista. Em nenhum momento desrespeitei algum, mas lá é o Emerson pessoa. O Isaac é um cara pelo qual tenho um carinho imenso, agrega muito na minha vida, um queridão. Acho que é um preconceito babaca, com todo respeito que tenho pelos corintianos”, defendeu-se Emerson.

O atacante ainda lembrou que, na mesma rede social em que publicou a imagem, há várias fotos em que aparece dando um selinho em seu filho e em amigas.

“Se alguém se sentiu ofendido, desculpa, mas esse sou eu fora do campo”, disse Sheik, antes de lembrar que a apresentadora Hebe, morta em setembro do ano passado, também costumava dar selinhos em amigos.

“A Hebe beijava todo mundo…”, brincou.

Azar também se pronunciou e, em entrevista ao Bandsports, disse que os amigos queriam polemizar para ver como estava o preconceito das pessoas. “A gente ficou chocado”, disse o empresário, reprovando algumas das reações contrárias ao gesto.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo