Juninho Pernambucano diz que Vasco não sabe jogar em casa

Por Carolina Santos
Juninho Pernambucano com a camisa 115 na partida contra o Grêmio | Marcelo Sadio/vasco.com.br Juninho Pernambucano com a camisa 115 na partida contra o Grêmio | Marcelo Sadio/vasco.com.br

Juninho Pernambucano tirou uma conclusão após a derrota do Vasco para o Grêmio, no sábado, em São Januário. E o meia foi curto e grosso ao dar seu opinião, na saída do gramado.

“Fica a confirmação de que o time não sabe jogar em casa”, afirmou o ídolo da torcida, que jogou com a camisa 115, referente ao aniversário do clube, na quarta-feira. Ele comentou também como foi o andamento da partida.

“O início foi equilibrado, tudo indicava que as coisas sairiam como pensamos. Nós empatamos, colocamos fogo no jogo, mas em seguida saiu o gol num chute de longe. Na saída de bola, um detalhe, tomamos o terceiro. Mudamos para buscar o resultado no segundo tempo, mas o gol saiu tarde”, analisou.

Pouco depois, Dorival Júnior concordou. Mas o técnico vê como algo normal o desempenho em casa não ser dos melhores.

“Eu acredito que isso deva acontecer realmente, é natural para uma equipe que ainda não tem uma transição completa. Agora que estamos inserindo o Montoya dentro das partidas, ainda não temos esse jogador que tem uma aproximação maior. Isso tudo você vai construindo com o tempo”, afirmou o treinador.

“Logicamente que, fora de casa, você se posiciona um pouco melhor, você espera um pouco mais, e foi o que o Grêmio fez hoje. Esperaram e fizeram os gols em momentos pontuais da partida”, concluiu Dorival.

Aproveitamento em São Januário é melhor

Os números do Vasco no Brasileirão, porém, apontam para outro lado. A derrota para o Grêmio foi a primeira do time em São Januário no nacional 2013.

Sem contar os clássicos, disputados no Maracanã ou em Brasília e, portanto, são considerados em campo neutro, o Vasco jogou quatro vezes na Colina, com duas vitórias, um empate e uma derrota (para o Grêmio). Outros dois jogos foram em Volta Redonda. Portanto, em seu estádio, o time conquistou sete dos 12 pontos possíveis.

Fora de casa, foram seis partidas, com três derrotas, dois empates e apenas uma vitória – apenas cinco pontos de 18.

Com Juninho, porém, o aproveitamento fora de casa é melhor do que na Colina. Desde que voltou, o Reizinho teve uma vitória, um empate e uma derrota (quatro pontos de nove) em São Januário. Fora, Juninho só jogou uma vez, na vitória por 1 a 0 sobre o Coritiba.

Loading...
Revisa el siguiente artículo