Justiça Federal do Rio de Janeiro absolve Emerson Sheik

Por Carolina Santos

A 3ª Vara Criminal da Justiça Federal do Rio de Janeiro considerou o atacante Emerson Sheik inocente no processo envolvendo ligação em contrabando de carro importado e lavagem de dinheiro. A decisão foi publicada na noite da última terça-feira e o MP (Ministério Público) já recorreu da sentença.

“Ante todo o exposto, julgo improcedente a pretensão punitiva estatal para absolver o réu Marcio Passos de Albuquerque (Emerson), qualificado nos autos, das imputações feitas na denúncia, com base no art. 386, V e VII, do Código de Processo Penal”, explicou o juiz Federal Titular Fabrício Antonio Soares.

“É improvável que o réu soubesse que estava importando um veículo usado (…) Não há provas de que soubesse que havia uma organização criminosa empenhada na importação ilícita de veículo”, complementou.

O atacante do Corinthians, que no processo aparece como Márcio Passos de Albuquerque (nome de batismo), foi acusado pelo MPF (Ministério Público Federal) com base em investigações da Polícia Federal, em conjunto com a Receita Federal, na operação Black Ops.

Por meio da operação, foi presa uma quadrilha de criminosos brasileiros e israelenses especializada na importação ilegal de carros de luxo. Na ocasião, o jogador havia adquirido uma BMW X6 em negociação que envolveu também o volante Diguinho, do Fluminense, outro denunciado pelo MP.

Coincidentemente, Sheik está no Rio de Janeiro nesta quarta-feira, juntamente com a delegação do Corinthians. Às 21h50, no Maracanã, o Timão vai enfrentar o Fluminense, em duelo válido pela 14ª rodada do Brasileirão.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo