Fabiana Murer salta para tentar segundo título mundial

Por Carolina Santos
Fabiana Murer | Suzanne Plunkett / Reuters Fabiana Murer | Suzanne Plunkett / Reuters

Fabiana Murer tenta repetir hoje, às 12h35 (horário de Brasília), a história que escreveu há dois anos, na Coreia do Sul. No Mundial de Atletismo de Daegu, a brasileira conquistou o ouro no salto com vara. Agora, em Moscou, na Rússia, tentará o bicampeonato e apagar a má impressão deixada na Olimpíada de Londres, ano passado, quando desistiu na última tentativa e foi eliminada na fase de classificação.

“Estou bem treinada e confiante. A preocupação é comigo mesma. Preciso fazer o que posso e torcer por uma boa colocação”, disse Murer, de 32 anos.

Por pouco, ela não ficou de fora da decisão. Ela só conseguiu saltar os 4,55m das eliminatórias na última tentativa. Hoje, enfrentará outras 11 atletas, incluindo a russa Yelena Isynbayeva, recordista mundial com 5,06m, e a americana Jennifer Suhr, atual campeã dos Jogos Olímpicos.

“A final é outra prova, já passei pela tensão de superar a primeira altura da competição”, completou.

 

Outros brasileiros

Revelação do atletismo brasileiro, Anderson Henriques  conquistou ontem a última vaga na final dos 400m rasos. O atleta de 21 anos cravou a melhor marca de sua vida: 44s95. Ele disputa o ouro hoje, a partir das 14h50 (horário de Brasília).

Também ontem, Ana Cláudia Lemos e Franciela Krasucki ficaram de fora da final dos 100m. Elas pioraram os tempos da eliminatória de domingo.

O ouro foi para a jamaicana Shelly-Ann Fraser (10s73); a prata, para Murielle Ahoure, da Costa do Marfim (10s93), enquanto a americana Carmelita Jeter ficou com o bronze (10s94).

Na final masculina do salto com vara, o brasileiro Augusto Dutra ficou com a 11ª posição. O vencedor foi o alemão Raphael Hoolzdeppe. A prata foi para o francês Renaud Lavillenie enquanto o também alemão Björn Otto fechou o pódio em Moscou

Loading...
Revisa el siguiente artículo