Santos segura empate contra o líder Cruzeiro no Mineirão

Por BAND

O Santos novamente foi uma equipe que lutou pelo resultado assim como fizera na partida contra o Corinthians e que tanto faltou no amistoso diante do Barcelona. Tanto foi verdade que conseguiu segurar o líder Cruzeiro em pleno Mineirão. O empate por 0 a 0 entre as equipes devolveu a liderança à Raposa e permite ao Santos ficar fora da zona de rebaixamento por mais uma rodada.

 

Com o resultado, o Cruzeiro perde a chance de disparar na liderança do campeonato. A equipe soma 25 pontos assim como o Botafogo e ocupa o primeiro lugar pelo saldo de gols superior aos cariocas.

Próximos Jogos

 

Na rodada de meio de semana o líder Cruzeiro encara o Grêmio quarta-feira na Arena do Grêmio, às 21h50. O Santos volta a jogar na Vila Belmiro também na quarta-feira contra o Vasco, às 19h30.

 

O Jogo

 

A novidade do técnico Claudinei Oliveira foi colocar o centroavante Henrique, ex-Mogi Mirim, no lugar de Giva. E foi justamente dele a primeira grande chance de gol do jogo, logo no segundo minuto. Após cruzamento de Mena, que substituiu o poupado Léo, o camisa 9 cabeceou firme, para boa defesa do goleiro Fábio.

 

Bem postado na defesa, o Peixe travou o meio de campo com Cícero, Alison e Arouca (que se machucou logo no início e deu lugar a Alan Santos) e roubou muitas bolas, partindo para rápidos contra-ataques armados por Montillo. Assim, o Santos tentou surpreender, levando perigo, mas sem êxito. Pouco a pouco os donos da casa começaram a dominar a posse de bola para tentar furar o bloqueio pelas laterais. Principalmente, com Luan, pela esquerda, travando bom duelo com Cicinho.

 

O Cruzeiro claramente sentia falta do seu cérebro na armação das jogadas, o suspenso Éverton Ribeiro, que costuma cadenciar o jogo e encontrar as brechas na defesa adversária. Com Martinuccio, o time de Marcelo Oliveira tinha mais chegada, mas sempre esbarrando no bloqueio santista.

 

Segundo Tempo

 

No segundo tempo, as duas equipes fugiram um pouco da marcação para tentar o gol e o ritmo do jogo melhorou. A Raposa continuou criando as melhores chances de gol, enquanto o Peixe mantinha a aposta nos contra-ataques. Sempre perigoso em seu primeiro jogo no Mineirão, Montillo fez ótima jogada pela direita e cruzou para Neílton marcar, mas o zagueiro Bruno Rodrigo tirou na hora H.

 

Aos 15 minutos, Marcelo Oliveira colocou em campo Élber e Borges nos lugares de Martinuccio e Vinícius Araújo, enquanto o santista Alison deu lugar a Leandrinho, mas o panorama do jogo não mudou. Tanto que dez minutos depois Lucca substituiu Luan na Raposa e Thiago Ribeiro entrou no lugar de Neílton no Peixe. O Cruzeiro ficou ainda mais ofensivo e perdeu boas chances, enquanto o Peixe tentava um ou outro ataque, mas sem a conclusão final.

 

No fim do jogo, apoiados pela torcida, os cruzeirenses pressionaram, mas não conseguiram furar a defesa santista.

 

FICHA TÉCNICA:

 

CRUZEIRO 0 x 0 SANTOS

 

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 11/8/2013 – às 16h
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Fábio Rodrigo Rubinho (MT)
Cartões amarelos: Martinuccio, Vinícius Araújo (CRU); Alison, Edu Dracena, Mena, Thiago Ribeiro, Leandrinho (SAN)

 

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Bruno Rodrigo, Dedé e Egídio; Nilton, Souza, Ricardo Goulart e Martinuccio (Élber – 15’/2ºT); Luan (Lucca – 27’/2ºT) e Vinícius Araújo (Borges – 15’/2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira

 

SANTOS: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Durval e Mena; Arouca (Alan Santos – 7’/1ºT), Alison (Leandrinho – 16’/2ºT), Cícero e Montillo; Neilton (Thiago Ribeiro – 29’/2ºT) e Henrique. Técnico: Claudinei Oliveira

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo