Usain Bolt : "É bom ser chamado de lenda"

Por Carolina Santos
DIvulgação DIvulgação

Seis vezes campeão olímpico e atual recordista mundial nos 100m (9s58) e 200m (19s19), Usain Bolt, 26 anos, está em Moscou, na Rússia, para o Campeonato Mundial de Atletismo que começa amanhã. O Metro conversou com o homem mais rápido do mundo:

 

Alguns dos maiores velocistas não vão correr em Moscou: Yohan Blake está machucado enquanto Tyson Gay e Asafa Powell estão banidos por doping. Há alguém que possa competir com você ou a vitória já está garantida?

Tento me concentrar nas minhas próprias forças e não olho para os meus rivais. A coisa mais importante é que eu nunca me permito ficar nervoso antes das provas como acontece com muitos atletas. Fazer piadas para mim, é uma maneira de aliviar o estresse e relaxar.

 

No ano passado, nos Jogos Olímpicos de Londres, você disse que era uma lenda viva. Você gosta quando é chamado assim?

Eu não insisto que devo ser chamado assim, mas devo confessar que eu realmente gosto disso. Se meus torcedores e fãs de atletismo quiserem me chamar assim, que seja, eu não me importo.

 

Depois do Mundial, o estádio Luzhiniki [palco da competição] deve ser transformado em um estádio só para futebol. O que você pensa sobre isso?

Futebol e atletismo são meus esportes favoritos e eu não acho que eles devam interferir um no outro.

 

Sobre futebol, muitas pessoas não acreditam que você possa jogar pelo Manchester United…

Estou falando absolutamente sério sobre isso. O United é meu time favorito e espero que eles me convidem para várias partidas beneficentes.

Loading...
Revisa el siguiente artículo