Vice-presidente do Flamengo evita falar sobre demissão de Renato

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Wallim Vasconcellos, ficou sabendo através da imprensa que o volante Renato entrou na Justiça contra o clube. Logo após a vitória por 3 a 0 diante do Atlético-MG, em Brasília, Wallim foi questionado sobre quais os reais motivos do desligamento do atleta. O dirigente, por sua vez, não quis se prolongar no assunto.

“Tive notícia pela imprensa de que ele entrou na Justiça sexta-feira. Vamos aguardar para saber nesta segunda-feira se ele entrou mesmo. Caso seja verdade o Flamengo não tem mais nada para fazer em relação a isso. Todo mundo já sabe as razões, já foi conversado, mas quando a questão passa para Justiça quem tem que comentar é o departamento jurídico, não o futebol”, explicou o vice de futebol.

Questionado sobre um possível interesse do Atlético-MG no jogador, Wallim disse que não foi procurado pelo clube, e ressaltou que se o caso está na esfera jurídica e o departamento de futebol não tem como fazer nada.

Desde que o ex-camisa 11 foi afastado, no dia 17 de junho, os pronunciamentos oficiais por parte do Rubro-Negro foram apenas na apresentação de Mano Menezes, quando a diretoria havia informado ao novo treinador sobre o ocorrido alegando problemas graves. Em outra oportunidade, o presidente Eduardo Bandeira de Mello informou que a decisão do desligamento havia sido por conta de problemas técnicos.

Nesta segunda-feira o Urubu-Rei concederá uma entrevista coletiva à imprensa no condomínio onde mora na Barra da Tijuca para falar sobre o afastamento do clube. Essa será a primeira vez que o jogar falará sobre o caso.

Loading...
Revisa el siguiente artículo