A exatos três anos para a Olimpíada, Rio sente a pressão do relógio

Por Carolina Santos
O Maracanã será sede das cerimônias de abertura e  encerramento dos Jogos Olímpicos de 2016 | Bruna Prado/Metro Rio O Maracanã será sede das cerimônias de abertura e
encerramento dos Jogos Olímpicos de 2016 | Bruna Prado/Metro Rio

O Rio de Janeiro inicia hoje a contagem regressiva de três anos para a abertura oficial da Olimpíada de 2016, no Maracanã, que será palco também da cerimônia de encerramento, no dia 21 de agosto. Os Jogos Paralímpicos serão realizados logo depois, entre os dias 7 e 18 de setembro.

A cidade já começa a sentir a pressão da corrida contra o relógio para sediar a primeira olimpíada em terras sul-americanas da história. Embora boa parte da estrutura de mobilidade urbana feita para a Copa do Mundo do ano que vem vá também servir para os Jogos de 2016, ainda há muito a ser feito.

Atraso

O prefeito Eduardo Paes, admitiu que o Complexo Olímpico de Deodoro, maior obra a ser feita para os Jogos, está atrasado e confirmou o início da construção para janeiro de 2014. Segundo o TCU (Tribunal de Contas da União), o cronograma está 15 meses atrasado. “O atraso não chega a tudo isso. Vai dar tempo”, garantiu Paes, que anunciou que as obras serão arcadas pela prefeitura a partir de agora, e não mais pelo Estado.

O Complexo Esportivo de Deodoro abrigará as modalidades de hipismo, tiro, esgrima, pentatlo moderno, canoagem, ciclismo e hóquei sobre grama.

O Rio ainda precisa se preparar com obras na estrutura viária e de transportes, como corredores de ônibus, metrôs e trens. Há ainda obras na região portuária da cidade, além da construção de instalações esportivas e centros de treinamento por fazer.

Os custos da Olimpíada seguem sendo uma incógnita. O valor estimado deveria ter sido anunciado sexta-feira, na coletiva do Comitê Rio-2016 e do COI (Comitê Olímpico Internacional) porém, mais uma vez, as entidades adiaram o anúncio e disseram que o valor só será revelado no fim do ano.  

Bradesco Esportes FM terá programação especial

A rádio Bradesco Esportes FM (94,1) terá hoje uma programação especial para comemorar a data. Direto do quiosque da Band na praia de Copacabana, serão apresentados os programas “Brasil no Rio”, das 14h20 às 15h, e “Revezamento 5 x 5”, das 15h às 16h.

Entre os convidados estão a campeã mundial de Remo, Fabiana Beltrame, e o marido, também remador do Flamengo e colunista da emissora, Gilbran Cunha.

A rádio estreia hoje o quadro “Ilustre ex-desconhecido”, que vai ao ar semanalmente no programa “Brasil no Rio” e terá atletas ainda não consagrados, mas com potencial para despontar e surpreender em 2016.

Ao longo da programação, de hora em hora, ainda entram chamadas com depoimentos dos principais atletas do Brasil e do mundo, relembrando os momentos mais emocionantes dos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres. As chamadas “Contagem Regressiva” terão depoimentos de atletas  das mais diversas modalidades. 

 

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo