Atlético-PR supera o Goiás e já é oitavo na classifição

Enfim, o Atlético-PR conseguiu ganhar a primeira vitória  em casa neste Brasileirão ao bater o Goiás, por 2 a 0 , hoje à tarde, na Vila Capanema. Delatorre, que fez o primeiro gol da partida no fim da primeira etapa e Éderson, no fim da segunda etapa, garantiram o terceiro triunfo consecutivo do rubro-negro. Já o Goiás completou o terceiro jogo seguido sem vitória.

Com o resultado, o Furacão chega à oitava colocação do Brasileirão, com 16 pontos. O Goiás é o 13º, com 13 pontos.

O jogo

Memo jogando fora de casa, o Goiás não se intimidou frente ao Furacão e entrou em campo com uma postura ofensiva. Aproveitando-se da movimentação de Renan Oliveira, Wálter, Hugo e Tartá, o Esmeraldino criou uma grande oportunidade logo nos primeiros minutos. Wálter lançou Tartá em velocidade dentro da área. Na hora da conclusão faltou capricho para o atacante, que bateu cruzado e a bola saiu.

Dez minutos depois, a zaga do rubro-negro bobeou e novamente Tartá apareceu. Mais uma vez, ele pegou mal na bola e isolou. O Furacão tinha muita dificuldade para criar e só levava algum perigo em chutes de fora da área, como na boa finalização de Éverton, aos 16, que passou perto da meta de Renan. O Goiás estava bem mais ligado. Aos 33, pela terceira vez na etapa inicial, Tartá foi lançado e ficou em boa situação para finalizar dentro da grande área, mas a pontaria estava descalibrada e a bola saiu depois de um toque sutil, que passou ao lado do goleiro Wéverton.

Aos 36, finalmente o Furacão criou uma boa chance. Éverton tocou para Marcelo, que tentou encobrir Renan, mas o arqueiro esmeraldino defendeu. Na sequência, novamente Marcelo deu trabalho para Renan, dessa vez de cabeça. Melhor para o goleiro, que fez grande defesa. O Atlético-PR cresceu na partida e chegou ao gol em sua terceira chegada com perigo. Éverton cruzou pela esquerda e Delatorre pegou de primeira: bola no fundo das redes. O Furacão foi para o intervalo vencendo por 1 a 0.

Segundo tempo

Jogando com a vantagem no placar, o Furacão voltou melhor para a etapa final. Já o time Goiás saiu nervoso do vestiário. Logo no primeiro minuto, Hugo recebeu amarelo e na sequência poderia ter sido expulso ao atingir Paulo Baier. O Atlético-PR dominou as ações no seu campo de ataque e o Esmeraldino perdeu seu poder de fogo, sem a mesma movimentação. O treinador Enderson Moreira tirou Renan Oliveira e Tartá e promoveu as entradas de Neto Baiano e Ramon.

O time goiano, mesmo com sangue novo, não conseguia reagir. Era o Furacão que levava mais perigo. Renan teve que trabalhar mais duas vezes para evitar o segundo rubro-negro. Delatorre quase fez seu segundo gol antes de deixar a partida, em uma tentativa de cabeça e depois deu lugar à Ederson. Zezinho também entrou no Atlético-PR e conseguiu dar velocidade para a equipe, que tomou conta do jogo. Aos 33, Marcelo quase matou a partida, mas foi travado por Valmir Lucas. No fim, o Atlético-PR ainda ampliou com Ederson, aproveitando rebote de Renan.

ATLÉTICO-PR 2 X 0 GOIÁS

Atlético-PR: Wéverton, Léo, Manoel, Luiz Alberto, Pedro Botelho, Marcelo Palau (Zezinho- Int.), Bruno Silva, Éverton, Paulo Baier (Elias 43’/2ºT), Marcelo e Delatorre (Éderson 22’/2ºT). Técnico: Wagner Mancini.

Goiás: Renan, Clayton Sales, Ernando, Valmir Lucas, Willian Matheus, Amaral, Dudu Cearense (Caio 29’/ 2ºT), Renan Oliveira (13’/2ºT Neto Baiano), Hugo, Tartá (Ramon 19’/2ºT) e Walter. Técnico: Enderson Moreira.

Estádio: Vila Capanema, Curitiba (PR)
Data/hora: 04/8/2013 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago (MG) e Katiuscia Berger Mendonça (ES)
Público pagante/renda: Não divulgados
Cartões Amarelos: Paulo Baier (APR) /Hugo, Dudu Cearense, Tartá (GOI)
GOLS: Delatorre 43’1ºT (1-0) e Éderson 45’/ 2ºT (2-0)

Loading...
Revisa el siguiente artículo