Douglas fala sobre disputa da titularidade

Meia, que atuou 10 minutos na vitória sobre o Criciúma, elogiou "justiça" de Tite: "Ele escolhe quem está no melhor momento"

Por BAND

Reserva na vitória do Corinthians por 2 a 0 em cima do Criciúma, neste domingo, no Heriberto Hulse, em Santa Catarina, Douglas não vê a hora de reassumir a titularidade da equipe. Apesar do desejo, o camisa 10 reconhece que os concorrentes, entre eles, Danilo e Renato Augusto, vivem melhor momento.

“O Tite é justo, não escolhe porque é bonito, porque tem mais dinheiro ou por nome. Ele escolhe quem está no melhor momento. Hoje, o meu (momento) ainda não é o melhor, mas estou trabalhando e espero estar em breve entre os titulares”, afirmou o meia, que jogou pouco mais de 10 minutos diante da equipe catarinense.

“Todo mundo quer jogar, mas não adianta chegar aqui e ficar falando que quero jogar, isso não adianta nada. Tenho de mostrar no treinos e nos momentos que entrar no jogo. Não adianta ficar reclamando, isso não muda nada”, complementou.

Com Sheik suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Renato Augusto deve ser matido na equipe diante do Santos, quarta-feira, na Vila Belmiro. Douglas, mais uma vez, deve seguir no banco. Reserva ou titular, o camisa 10 sabe que o duelo na Baixada Santista não será fácil.

“Vai ser dificil, sempre foi difícil jogar lá (Vila Belmiro), tem uma molecada lá que incomoda bastante, tem um treinador fazendo ótimo trabalho, crescendo junto do grupo. Esperamos dificuldade”, finalizou.

Carinho da torcida rival

No intervalo da partida no Heriberto Hulse, Douglas foi aplaudido pelos torcedores do time da casa. Natural de Criciúma, o jogador, de 31 anos, iniciou a carreira no próprio clube catarinense.

“A torcida falta muito para eu voltar, é bom ter o carinho de todo mundo, adoro a torcida e a cidade. Daqui a uns anos estou de volta”, afirmou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo