Corinthians embala, vence o Criciúma e se aproxima do G-4

Por BAND

Com bastante tranquilidade, o Corinthians venceu o Cricíuma por 2 a 0 no Heriberto Hulse, em Santa Catarina, na tarde deste domingo. O resultado deixou o Timão, que venceu a segunda seguida e ameaça embalar no Campeonato Brasileiro, com 17 pontos. O G-4 está cada vez mais perto. A equipe catarinense, por sua vez, ficou estacionada nos 11 pontos, e segue com a ameaça de rebaixamento.

O jogo

Mesmo jogando em casa, o Tigre não cumpriu a promessa do técnico Vadão: não conseguiu acuar o Corinthians e colocar pressão. Com o sistema defensivo característico de Tite funcionando bem, Danilo e Renato Augusto controlando a bola no meio de campo e Guerrero se movimentando muito, o Timão controlou o jogo desde o começo.

No campo pequeno em Santa Catarina, os dez primeiros minutos foram truncados, dando à partida um ar pouco promissor. Coube a Renato Augusto, em bela jogada, quebrar a monotonia abrindo o placar, com um corte no zagueiro e um lindo chute, de fora da área, no ângulo direito e sem chances de defesa para Helton Leite.

Atrás no placar, o Criciúma não conseguiu responder. O único lance de perigo foi uma cabecada de Ivo, facilmente defendida por Cássio. O Corinthians, em compensação, se não criava grandes oportunidades, assustava com boas tabelas entre Guerrero e Renato Augusto.

Aos 24 minutos, Edenilson recebeu dentro da área e foi derrubado por Helton. Pênalti marcado, e convertido com categoria por Guerrero, que balançou as redes pela primeira vez no Campeonato Brasileiro.

A torcida do Tricolor Catarinense ainda levou outro susto em uma bomba de fora da área de Danilo aos 38 minutos, defendida por Helton Leite, o foi para o intervalo sem nenhum motivo para acreditar em uma reação dos donos da casa no Heriberto Hulse.

Segundo tempo

A segunda etapa começou quente. Logo aos seis minutos, Romarinho marcou, mas a arbitragem, erradamente, anulou o gol. Guerrero dividiu com o zagueiro e a bola sobrou para Edenilson, adiantado. O lateral dominou e o atacante tocou para as redes. O auxiliar assinalou impedimento do camisa 21 corintiano, mas o toque havia sido do zagueiro adversário.

Na defesa do Timão, Gil foi soberano, e não deu nenhum espaço ao artilheiro Wellington Paulista. Cássio repetiu a sina dos últimos jogos e voltou a sair mal do gol aos 30 minutos, mas Lins não conseguiu aproveitar e diminuir.

Com a vantagem no placar, os comandados de Tite reduziram o ímpeto, e deixaram a partida esfriar. Uma cebaçada para fora de Guerrero, e um chute por cima do gol de Sueliton foram alguns dos lances isolados, que não chegaram a empolgar a torcida. O Corinthians administrou o resultado e venceu a segunda partida seguida no Brasileiro.

Na próxima quarta-feira, o Corinthians vai à Vila Belmiro para disputar o clássico contra o Santos, às 21h50. Já o Criciúma recebe o Cruceiro, no Heriberto Hulse, às 19h30.

CRICIÚMA 0 X 2 CORINTHIANS

CRICIÚMA: Helton leite; Sueliton, Matheus Ferraz, Fábio Ferreira e Marlon; Amaral, Leandro Brasília (Fabinho – 15’/2ºT), Elton (Daniel Carvalho – 14/1ºT) e Ivo (Gilson – Intervalo); Lins e Wellington Paulista. Técnico: Vadão.

CORINTHIANS: Cássio; Edenilson, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Guilherme; Romarinho (Emerson Sheik – 20/2ºT), Danilo (Douglas – 34’/2ºT) e Renato Augusto; Paolo Guerrero (Ibson – 37’/2ºT). Técnico: Tite.

Local: Heriberto Hülse, Criciúma (SC)
Data-Hora: 4/8/2013 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Jóia (Fifa-RJ) e Rodrigo F. Henrique Corrêa (Fifa-RJ)
Público/renda: R$ 459.000/17.211 pagantes.
Cartões amarelos: Amaral, Elton, Daniel Carvalho (CRI); Danilo, Emerson Sheik (COR)
GOLS: Renato Augusto, 10’/1ºT (0-1); Guerrero, 25’/1ºT (0-2);

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo