Chicão deixa Corinthians triste com diretoria

Apresentação do zagueiro no Flamengo deve acontecer nesta segunda-feira

Por BAND

Chicão tinha contrato até 31 de dezembro, mas foi liberado pela diretoria do Corinthians para acertar com o Flamengo porque não houve interesse na renovação do seu vínculo. O zagueiro, que não vinha sendo aproveitado na equipe titular, demonstrou chateação e certa mágoa com a diretoria alvinegra.

“Eu saio triste pelo jeito como fui tratado pela diretoria, mas ao mesmo tempo feliz pelo desafio de jogar em outro grande clube, como o Flamengo. Ganhei absolutamente tudo e merecia mais consideração”, afirmou ao jornal Diário de S. Paulo.

“Eu sempre disse nas minhas entrevistas que queria ficar. Não estou saindo porque quero, mas por opção do presidente Mário Gobbi, do Edu, do Roberto de Andrade e do Duílio”, completou o zagueiro, que será outro ex-corintiano no Flamengo.

Assim como o lateral direito Alessandro e o goleiro Júlio César, Chicão estava no elenco corintiano desde 2008, ano em que o clube conquistou o título da Série B do Brasileirão. Daí em diante, o zagueiro esteve presente na conquista de mais sete títulos: Campeonato Paulista (2009 e 2013), Copa do Brasil (2009), Campeonato Brasileiro (2011), Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012) e Recopa Sul-Americana (2013).

Além dos troféus, o zagueiro também se destacou pelos gols, principalmente nas cobranças de faltas e pênaltis. Ao todo, Chicão balançou as redes em 42 oportunidades em 247 jogos disputados – 22 gols de pênalti, 8 de falta e 12 com bola rolando.

Na história do clube, Chicão fica atrás apenas de Grané, ídolo da década de 20 e que anotou 50 tentos, como maior defensor-artilheiro do Corinthians. Chicão é o vice-artilheiro do Corinthians pós-rebaixamento, perdendo apenas para Dentinho, que marcou 53 vezes.

Com tantos jogos, gols e títulos, Chicão deixa o Parque São Jorge como um dos ídolos da torcida. Foi grande a comoção nas redes sociais pela saída do zagueiro, que estava no clube desde janeiro de 2008. Com a saída de Chicão, Tite conta agora com quatro zagueiros no elenco profissional: Gil, Paulo André, Felipe e o recém-contratado Cleber, ex-Ponte Preta.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo