Valdivia atinge melhor sequência do ano, mas não baterá recorde

Por Carolina Santos

Depois de ficar no banco e entrar durante o segundo tempo contra o Icasa, na terça-feira, Valdivia deverá ser titular nesta sexta-feira, às 19h30, contra o Bragantino, no Pacaembu. Será o sexto jogo seguido do meia após a lesão na coxa direita que o afastou dos gramados por 114 dias. É a melhor sequência dele na temporada, mas a maior série de partidas nesta passagem pelo clube não será igualada por causa da seleção chilena.

O “recorde” do Mago é de nove partidas consecutivas, em 2010, logo depois de ser contratado. Se a comissão técnica não poupá-lo até lá, o jogador atingirá oito jogos seguidos contra o Paraná, no dia 10 de agosto. No entanto, já se sabe que ele não poderá atuar no duelo seguinte, contra o Joinville, no dia 13, porque o Chile fará amistoso contra o Iraque no dia 14, na Dinamarca.

Mesmo assim, a comissão técnica está satisfeita com o resultado do planejamento elaborado para evitar novos problemas musculares. Monitorado rigorosamente com exames e treinando em carga bem menor que a dos colegas, ele já encarou Oeste (4 a 0), ABC (4 a 1), Figueirense (3 a 2), Guaratinguetá (1 a 1) e Icasa (4 a 0) – começou entre os reservas apenas no último, justamente para minimizar o desgaste.

Diante do Bragantino, mandará o paraguaio Mendieta de volta para o banco e pode até ficar em campo durante os 90 minutos, embora seja improvável.

Entre 24 de fevereiro e 14 de março deste ano, o chileno também fez cinco partidas consecutivas: entrou no segundo tempo contra União Barbarense (1 a 0) e Libertad (0 a 2) e foi titular contra Tigre (0 a 1), São Paulo (0 a 0) e Paulista (2 a 1). Neste último confronto, sentiu a lesão na coxa direita que o fez, inclusive, ser cortado da seleção chilena.

Loading...
Revisa el siguiente artículo