Danilo admite que passagem pelo Japão o afastou da seleção

Por Carolina Santos

Os três anos no Japão ajudaram muito no futebol de Danilo, mas, ao mesmo tempo, atrapalharam sua trajetória na seleção brasileira. Em sua participação especial no “Jogo Aberto” desta sexta-feira, na Band, o meia disse que aprendeu muita coisa de 2007 a 2009 e reconheceu que ficou “escondido” no futebol japonês, o que atrapalhou uma possível convocação para a Seleção.

“Acho que [atrapalhou] sim também. No São Paulo, naquele momento de 2005 eu estava muito bem. Cheguei até a ser cotado para a Seleção. Fiquei três anos fora, aí apaga um pouco. Mas acho que futebol é momento, não adianta a gente falar. Estou em um bom momento no Corinthians agora. Mas Seleção é complicado porque depende muito do treinador, então estou tranquilo quanto a isso”, disse o jogador do Corinthians, com sua tranquilidade característica e sem pedir convocação para Felipão.

Danilo ainda detalhou todos os fundamentos que melhorou com sua passagem pelo futebol japonês, no Kashima Antlers. O meia garante que evoluiu fisicamente, tecnicamente e taticamente.

“Os três anos que fiquei no Japão foram fundamentais na minha carreira. Todo mundo fala ‘ah, no Japão ninguém vê futebol’. O futebol lá é muito rápido. Isso me ajudou muito. Esses três anos que fiquei lá, a dinâmica de jogo, de voltar para marcar. Lá é pressão o tempo todo, você não domina a bola, não tem jogo individual. Sempre tem dois ou três. Tem que pensar rápido, tocar de primeira… Essas coisas eu peguei tudo lá”, encerrou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo