Tite ressalta concorrência no time titular do Corinthians

Por Tercio Braga
Para Tite é difícil escalar "só"11 no Corinthians | Paulo Whitaker/Reuters Para Tite é difícil escalar “só”11 no Corinthians | Paulo Whitaker/Reuters

Tite não exaltou apenas a vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio, na noite da última quarta-feira, no Pacaembu. O comandante alvinegro tirou uma parte da entrevista coletiva para ressaltar a concorrência entre titulares e reservas no elenco. Douglas, Pato e Renato Augusto entraram bem mais uma vez.

O trio já havia saído do banco de reservas contra o São Paulo, no último domingo, também pelo Campeonato Brasileiro. Na oportunidade, elevaram o nível de atuação da equipe, que não conseguia pressionar o rival até então.

“É uma pressão para mim por dois aspectos: ser coerente e ser justo. Antes de começar um treino fiz uma referência ao Douglas. Ele mostrou que, se entrar nos últimos 15 minutos, dá para entrar bem, como entrou contra o São Paulo. É promover essa concorrência. Mas também não posso fazer esse entre e sai, tira e bota. Tem que ter calma nestes momentos que não se traduzem em vitória”, ressaltou o técnico.

Após a partida, inclusive, Pato cobrou mais chances do treinador para atuar como titular no Corinthians. “Se der pra jogar um pouco mais eu aceito”, afirmou o atacante, contratado por mais de R$ 40 milhões no início da temporada.

Questionado se quando começar a Copa do Brasil estes jogadores de mais qualidade terão chances, Tite preferiu esperar e falou do quanto anda quebrando a cabeça no próprio Brasileirão.

“Já é um pepino escalar titulares em uma competição. Mas estou sempre valorizando o trabalho de cada um. Não estou no timing ainda de pensar na Copa do Brasil”, concluiu.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo