Cielo conquista o ouro no Mundial de Esportes Aquáticos na Espanha

Por Carolina Santos
Cielo " Se o mundo acabasse hoje, estaria feliz | Albert Gea/ Reuters César Cielo | Albert Gea/ Reuters

O bronze conquistado nos 50m nado livre nos Jogos Olímpicos de Londres, ano passado, lançou dúvida quanto ao futuro de Cesar Cielo. Mas ontem, o paulista de Santa Bárbara d’Oeste mostrou porque é o principal nome da natação brasileira: venceu os 50m borboleta – prova que não é olímpica – no Mundial de Esportes Aquáticos, em Barcelona, na Espanha, repetindo o feito de 2011 em Xangai (China).

“Se o mundo acabasse hoje, estaria feliz. Se não nadasse mais, estaria feliz. Agora, vou me divertir. Quando era menino, eu não imaginava que fosse chegar aqui”, comemorou. Foi a 10ª medalha em Mundiais – incluindo as competições de piscina curta (25m).

Cielo, 26 anos, cravou o tempo de 23s01. O americano Eugene Godsoe foi o 2º, com 23s05, e o francês Frederick Bousquet fechou o pódio com 23s11. Mais rápido na prova classificatória, o brasileiro Nicholas Santos foi o 4º, com 23s21.

 

Bronze no peito e recorde

O brasileiro Felipe Lima conquistou o bronze na final dos 100m nado peito, com o tempo de 59s65. O ouro ficou com o australiano Christian Sprenger (58s79) enquanto o sul-africano Cameron Van der Burgh levou a prata (58s97).

Entre as mulheres, a lituana Ruta Meilutyte fez história: aos 16 anos, estabeleceu novo recorde mundial dos 100 m peito (1min04s35) na semifinal.

Loading...
Revisa el siguiente artículo