Brasileirão: Inter vence, e São Paulo iguala pior série

Por Tercio Braga
Luis Fabiano novamente passou em branco | Rubens Chiri/saopaulofc.net Luis Fabiano novamente passou em branco | Rubens Chiri/saopaulofc.net

A má fase do São Paulo parece não ter fim. Na fria noite desta quarta-feira, o time do Morumbi perdeu por 1 a 0 para o Internacional, em casa, em jogo antecipado da 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe tricolor chegou a 11 jogos consecutivos sem vencer – sendo oito derrotas seguidas – e igualou as sequências de 1951 e 1986, piores da história do clube.

Leandro Damião foi o responsável pelo gol colorado, aos 13 minutos do primeiro tempo. Assim, o time comandado pelo técnico Dunga assumiu a liderança do Brasileirão, com 18 pontos e um jogo a mais. O São Paulo, por sua vez, soma duas partidas acima da maioria dos clubes, com oito pontos, um a mais do que a Ponte Preta, primeiro time da zona de rebaixamento.

Para tentar acabar com a sequência de sete derrotas seguidas, Paulo Autuori pensou primeiramente em dar mais proteção à equipe para, depois, atacar e ir em busca da vitória. Para isso, promoveu a entrada de Paulo Miranda no meio, como primeiro volante. Rodrigo Caio começou na lateral direita e Douglas, na esquerda, substituindo Clemente Rodríguez, cortado por lesão. E assim como nos jogos contra Vitória e Cruzeiro, ambos pelo Brasileirão, o São Paulo começou o confronto melhor, dominando a posse de bola e chegando à frente.

Ousado, Dunga escalou um trio ofensivo formado por Jorge Henrique, Forlán e Leandro Damião para dar profundidade ao Inter no contra-ataque. E a iniciativa deu muito certo logo no início do primeiro tempo, principalmente com a participação de Jorge Henrique recuando para iniciar a movimentação do ataque ainda na metade defensiva do gramado.

Após passe errado de Lúcio na faixa central, o camisa 29 dominou, girou e, com muita facilidade, arrancou pela intermediária são-paulina. Aberto, Damião recebeu bom passe do companheiro e partiu para cima de Rodrigo Caio. O volante do Tricolor escorregou e o centroavante finalizou no contrapé de Ceni, que só olhou, para abrir o placar.

Bem postado, o Colorado aproveitou a necessidade dos mandantes de buscar o empate para contragolpear com velocidade e quase matar a partida. D’Alessandro, que até então aparecia pouco para o jogo, chamou a bola para seus pés e assumiu a criação. Forlán, em duas oportunidades, chegou finalizando de trás e desperdiçou a chance de aumentar para os gaúchos.

Na volta para a segunda etapa, Autuori mexeu no São Paulo e colocou Aloísio no lugar de Osvaldo. Contudo, ainda nos primeiros minutos, o técnico perdeu Luis Fabiano com uma lesão na coxa direita e, dessa forma, precisou colocar o jovem Ademilson, que alternou com Aloísio a função de centroavante.

O Inter, ao contrário do que mostrou após o primeiro gol, pareceu conformado com a vitória por 1 a 0 e deu a bola para o Tricolor jogar. Precisando correr atrás do prejuízo, os são-paulinos avançaram a marcação e passaram a atuar quase todo o segundo tempo no campo de ataque. Com Jorge Henrique apagado e Forlán muito próximo de Damião, o Colorado não conseguiu encaixar o contra-ataque.

Aloísio, que abusa da boa vontade, mas peca na qualidade técnica, teve boa chance de empatar o duelo em cabeçada, mas finalização saiu à esquerda do gol de Muriel. A reação parece muito longe de dar as caras no Morumbi. O Inter, sem ter nada a ver com isso, segue com a boa campanha no Brasileiro e assume a liderança provisória.

Na próxima rodada, o São Paulo visita o Corinthians, no Pacaembu, domingo, às 16h (de Brasília). Ao mesmo tempo, a equipe gaúcha vai à Arena Pernambuco enfrentar o Náutico.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 1 INTERNACIONAL

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 24/7/2013 – 21h00
Árbitro: Andre Luiz de Castro (GO)
Auxiliares: Cristhian Sorence (GO) e Marrubson Freitas (DF)
Renda/Público: R$ 163.900,00/6.275 pagantes
Cartões Amarelos: Douglas, Rodrigo Caio, Aloísio (SAO); Ednei, Juan, D’Alessandro, Fabrício(INT)
GOL: Leandro Damião, 13’/1ºT (0-1)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lúcio, Rafael Toloi e Douglas; Denilson, Rodrigo Caio, Jadson e Ganso (Maicon – 28’/2ºT); Osvaldo (Aloísio – intervalo) e Luis Fabiano (Ademilson – 10’/2ºT). Técnico: Paulo Autuori.

INTERNACIONAL: Muriel; Ednei (Fabrício – 28’/2ºT), Ronaldo Alves, Juan e Kleber; Willians, Josimar e D’Alessandro; Jorge Henrique, Leandro Damião (Caio – 31’/2ºT) e Forlán (Allan Patrick – 35’/2ºT). Técnico: Dunga.

Loading...
Revisa el siguiente artículo