7 filmes incríveis dirigidos por mulheres

Por Brenno Quadros

Nos 92 anos de história do Oscar, apenas cinco mulheres foram indicadas à categoria de Melhor Direção. Dessas cinco, apenas UMA levou a estatueta pra casa (Kathryn Bigelow, por ‘Guerra ao Terror’, em 2008)!

O dado escancara o machismo que reina não apenas em Hollywood, mas no universo cinematográfico como um todo. Afinal: não são poucas as mulheres que estão por trás das câmeras fazendo toda a mágica acontecer.

Preparamos uma lista com 7 filmes incríveis dirigidos por mulheres. São títulos dos mais variados gêneros, do drama à comédia, mostrando que ‘filme de mulher’ não é um gênero. Confira abaixo:

‘Encontros e desencontros’ – Sofia Coppola, 2003

Lost 2 Reprodução / Focus Features

Filmada no Japão, a comédia romântica dirigida por Sofia Coppola tornou-se objeto de culto desde que foi lançada, em 2003. Na trama, o ator cinquentão Bob Harris (Bill Murray) e a jovem estudante Charlotte (Scarlett Johansson) se conhecem em um hotel de Tóquio e iniciam uma relação de amor ambígua. Apesar da diferença de idade e de status de relacionamento, ambos tem um sentimento em comum: o de não pertencimento àquele mundo tão distante.

‘Retrato de uma jovem em chamas’ – Céline Sciamma, 2019

retrato Reprodução / Supo Mungam Films

Dirigido por Céline Sciamma, 'Retrato de uma jovem em chamas' conta a história de um amor proibido entre uma pintora e uma aristocrata no fim do século XVIII.  O drama histórico foi indicado à Palma de Ouro, prêmio mais importante do Festival de Cannes, na França.

‘Cléo de 5 às 7’ – Agnès Varda, 1962

cleo

Dirigido por  Agnès Varda, 'Cléo de 5 às 7' é considerado um dos filmes mais importantes da Nouvelle Vague francesa, movimento que, nos anos 60, revolucionaria o Cinema mundial para sempre. O filme, que se passa em tempo real, mostra a agonia da cantora Cléo enquanto espera o resultado de uma biópsia para saber se tem câncer ou não. O filme conta com belíssimos números musicais escritos por Michel Legrand.

'Durval Discos' – Anna Muylaert, 2002

durval Reprodução / Europa Filmes

O Brasil está muito bem representado em nossa lista com 'Durval Discos', de Anna Muylaert, também diretora do premiado 'Que horas ela volta?' (2015).  O filme, todo rodado no bairro paulistano de Pinheiros, conta a história do anacrônico Durval, dono de uma loja de discos de vinil em pleno auge da era do CD.  O filme, assim como os discos de vinil, está dividido em duas metades: seu 'lado A' é cômico e seu 'lado B', após um ponto de virada surpreendente, sombrio. Atenção às participações especiais de Rita Lee e André Abujamra, que também compôs a trilha sonora do filme.

‘Lady Bird’ –  Greta Gerwig, 2017

lady Reprodução / Universal Pictures

Dirigido por Greta Gerwig, 'Lady Bird' recebeu 5 indicações ao Oscar, inclusive nas categorias de Melhor Filme e Melhor Direção. A comédia dramática conta a história de Christine 'Lady Bird' McPherson, uma estudante de dezessete anos que vive em um subúrbio da Califórnia e que possui uma relação tensa com os seus pais.

Persépolis – Marjane Satrapi Vincent Paronnaud, 2007

persepolis Sony Pictures Classics

A iraniana Marjane Satrapi adaptou seu graphic novel homônimo para o cinema e o resultado não poderia ser melhor: o autobiográfico 'Persépolis', que mostra a Revolução Iraniana através dos olhos da própria Satrapi quando menina, foi indicado ao Oscar de Melhor Animação e de Melhor Filme Estrangeiro.

O Piano – Jan Chapman, 1993

piano Reprodução / Ciby 2000

O filme de Jane Campion narra a  trajetória de Ada McGrath, uma mulher que não fala desde os seis anos de idade e que se muda para uma Nova Zelândia recém-colonizada. Em companhia da filha, ela conhece seu futuro marido, com o qual não simpatiza. Para piorar a situação, o noivo recusa-se a transportar até a nova casa o seu piano, uma das formas que usa para se comunicar com o mundo. 'O Piano' é um dos filmes mais aclamados dos anos 90, tendo vencido a Palma de Ouro em Cannes (Chapman é a única diretora da história do festival a ganhar o prêmio), além de 3 Oscars.

Loading...
Revisa el siguiente artículo