Jane Fonda relembra casinho com Marlon Brando: 'Decepcionante'

Ela também falou que rejeitou o cantor Marvin Gaye, mas se arrepende

Por Metro Jornal

Aos 82 anos e na ativa, tanto na atuação como no ativismo, Jane Fonda tem poucos arrependimentos. Um deles é ter dito não a Marvin Gaye. Em entrevista ao jornal New York Times, a atriz, que protagoniza a série "Grace and Frankie" ao lado de Lily Tomlin, relembrou seus casinhos amorosos.

A reportagem questionou se ela se arrependia de não ter feito sexo com Che Guevara.  "Não, eu não penso sobre ele. Em quem eu penso, e o que é um grande arrependimento, é Marvin Gaye. Ele queria e eu não", diz a atriz.

Leia mais:
The Batman: Filmagens são interrompidas após caso de covid-19 em equipe
QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.
Ela conheceu o cantor da legendária gravadora Motown quando ainda era casada com Tom Hayden. Eles ficaram juntos de 1973 a 1990.

"Eu estava conhecendo muitos artistas para tentar fazer shows para Tom e a mulher que estava me ajudando a fazer isso me apresentou a Marvin Gaye", disse.

Anos antes do episódio com o cantor, no entanto, ela se envolveu com Marlon Brando, colega no filme "A Caçada Humana" (1996). E o ator de "O Poderoso Chefão" não deixou boas memórias. "Decepcionante", disse. "Mas um ótimo ator", completou.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo