Amazon Prime disponibiliza as cinebiografias dos dois maiores poetas do rock nacional nos anos 80

Por Brenno Quadros

Cazuza e Renato Russo são dois dos personagens mais cultuados da Música Popular Brasileira. As semelhanças entre eles são muitas: ambos lideraram bandas de rock de enorme sucesso nos anos 80 (o Barão Vermelho, no caso de Cazuza, e a Legião Urbana, no caso de Renato); ambos eram letristas de mão cheia, falando abertamente sobre sexo, drogas e política em uma época em que tudo era tabu; e, finalmente, ambos tiveram mortes trágicas e precoces em decorrência das complicações do vírus da AIDS.

É claro que essas duas vidas extraordinárias tinham tudo para dar filme. E deram: dois. Já estão disponíveis na Amazon Prime "Cazuza: o tempo não para", de 2004, e "Somos tão jovens", cinebiografia de Renato Russo, de 2013.

Renato Russo Reprodução / 20th Century Fox Imagem Filmes

Enquanto "Cazuza" narra a vida do poeta carioca de forma mais abrangente, de sua adolescência no final dos anos 70 até a sua morte, em 1989, "Somos tão Jovens" prefere focar apenas no Renato Russo pré-fama, em Brasília, enquanto ainda liderava a banda punk Aborto Elétrico. É uma ótima forma de conhecer a construção da personalidade de Renato, polêmica mesmo antes da formação da Legião Urbana.

São dois filmes que vão te fazer rir e chorar, na mesma intensidade. E claro: são dois filmes que vão te fazer cantar bem alto hits inesquecíveis como "Exagerado" e "Que país é esse". Se você ainda não viu esses dois filmaços nacionais, corra agora para a Amazon Prime!

Loading...
Revisa el siguiente artículo