As Palavras da Nossa Casa: Peça imersiva sofre adaptações para o ambiente virtual

Por Gustavo Drullis - Metro Jornal

“As Palavras da Nossa Casa” estava em cartaz, em São Paulo, quando a pandemia encerrou de forma precipitada sua primeira temporada. Isso, no entanto, não impediu que o espetáculo imersivo voltasse, mas agora de forma online, adaptado à “nova normalidade”.

Se antes os espectadores acompanhavam o desenrolar da narrativa conduzidos pelos atores por meio dos diferentes cômodos da Casa das Rosas, agora a imersão é em uma videoconferência de uma família, algo que se tornou comum no dia a dia de muitas pessoas.

“A ideia era que ainda ficasse imersivo, porque não tinha separação entre palco e plateia, a peça acontecia ao redor dos espectadores. A gente ainda queria que o público tivesse a sensação de que estava testemunhando um evento da vida real”, explicou ao Metro Jornal a atriz, diretora e dramaturga Adriana Câmara.

Mudanças

Para que pudesse ser encenado pelo aplicativo Zoom, o espetáculo sofreu algumas alterações. Além da mudança temporal, dos anos 60 para a atualidade, a pandemia se tornou contexto do enredo, escrito por Adriana e Glau Gurgel, inspirado em filmes de Ingmar Bergman.

Aromas usados ao longo da peça ficaram de fora. A frontalidade, evitada com a plateia imersa no cenário, é inevitável em frente à câmera do computador ou celular. “Inclusive, as falhas fazem parte. Quantas vezes você não está numa videoconferência e alguém esquece de ligar o microfone ou a câmera, a conexão fica lenta… O erro da vida real combina com o que aconteceria na ficção. Fica natural”, contou a artista.

Plateia mundial

Por outro lado, a virtualidade trouxe mais alcance para o Núcleo Teatro de Imersão. Só em um ensaio, puderam comparecer à videoconferência espectadores de Porto Alegre, Paraíba, Rio de Janeiro, São Paulo, Portugal e EUA. “Uma sessão em que só cabiam 30 espectadores, agora você pode colocar um monte de gente de qualquer lugar. Esse aumento do público e a falta de limitação geográfica do espetáculo é um ganho muito grande”, finaliza Adriana.

SINOPSE

A famosa cantora lírica Charlote reencontra sua filha Eva e seu genro Victor por videoconferência. Revelam-se as mágoas, o amor e as perdas que unem e separam a família. Espetáculo virtual imersivo é ambientado na pandemia.

Loading...
Revisa el siguiente artículo