‘Cursed’ traz outra visão da mitologia arturiana

Por Metro Jornal

Em uma versão mais “adolescente” e baseada no livro de Tom Wheeler e Frank Miller, a série “Cursed: A Lenda do Lago”, da Netflix, conta a história da Dama do Lago, com uma reinvenção da mitologia do Rei Arthur. Construída sobre a clássica estrutura da jornada do herói, Nimue, interpretada por Katherine Langford, recebe da sua mãe uma espada ancestral, a famosa Excalibur, e a missão de entregá-la ao mago Merlin.

Em sua jornada, ela se depara com Arthur e, juntos, enfrentam aventuras. A série volta os holofotes para Nimue, que aos poucos se transforma na Dama do Lago. Justamente por essa mudança de foco, Arthur acaba como protagonista em algumas horas, tendo arcos sobre sua história e aparições pontuais. O mesmo se dá para Merlin, que tem sua magia deixada um pouco de lado.  Mas esse foco na fantasia não apaga os conflitos que realmente aconteciam na humanidade durante a Idade Média.

Com dez episódios na primeira temporada, a trama pode ficar um pouco densa para entender. É preciso prestar atenção maior para não perder os detalhes. Mas, para quem gosta dessa onda de fantasia medieval e aventura parecida com “Game Of Thrones” e “Vikings”, a série é uma boa pedida.

Loading...
Revisa el siguiente artículo