MasterChef Brasil 2020: Veja quem ganhou o segundo episódio do programa

Por Stefani Sousa - Portal da Band

Vencer o segundo episódio do MasterChef Brasil 2020 foi uma surpresa daquelas para a paulista Anna Paula, de 49 anos. Em entrevista exclusiva ao Portal da Band, a arquiteta conta que se inscreveu no programa pela experiência, mas que na cozinha no talent show, acabou encontrando muito mais. “Eu vim sem pretensão de ganhar. Me inscrevi para me divertir, conhecer os chefs, o cenário e entender como o programa funciona. Adorei vencer, é claro, mas confesso que foi sorte.”

Leia mais:
Nintendo se (des)dobra para agradar em ‘Paper Mario: The Origami King’

Com bons resultados nas duas provas da noite, a cozinheira amadora não escondeu a surpresa com seu próprio desempenho. “Eu fiquei boquiaberta porque é uma pressão imensa estar na cozinha do MasterChef, mas, juro, que eu estava realmente calma”. O segredo da tranquilidade? O Portal da Band descobriu: “Fingi estar na minha casa, sozinha, sem ninguém me olhando e que eu só precisava dar o meu melhor e cozinhar”.

Anna Paula, segunda vencedora do MasterChef Brasil 2020 Arquiteta Anna Paula conta segredo do bom desempenho: "Fingi estar na minha casa, sozinha" / Carlos Reinis/Band

Arquiteta por formação e com anos de experiência na área, a vencedora passa por um momento de transição de carreira e enxergou no MasterChef a chance de migrar para a gastronomia – com aquele ‘empurrãozinho’ especial do programa. Apesar de (ainda) não exercer profissionalmente seus dotes culinários, a moradora de São Bernardo do Campo, SP, ama cozinhar massas e preparar saladas, sempre na companhia da filha, Clara, de 17 anos.

Seu carinho pela cozinha, aliás, vem de família e começou ainda na infância, observando as tias e o pai cozinharem (“Meu pai ama estar na cozinha e, às vezes, preparamos bacalhau e frutos do mar juntos”). Porém, foi nos últimos 25 anos, época em que Anna foi morar sozinha, engravidou, pegou gosto por ler e pesquisar receitas em livros, que a relação com as panelas se intensificou. “É um clichê, mas usamos muita energia na cozinha e, justamente por isso, é preciso repertório. Quem cozinha a mais tempo, tem maiores chances de cozinhar algo melhor e quero me preparar cada vez mais”, explica.

Outra tática usada por ela na competição foi não se desprender de sua essência na hora de preparar as receitas. “Não quis fazer nada que eu não goste de comer, nada chique ou gourmet. Fiz o que eu sou e acho que isso me fez ganhar”, disse. “Não dá para pensar em qualquer outra coisa ali na cozinha e, quando eu soube que viria ao programa, parei até de ler sobre gastronomia. Não adiantava mais estudar, porque sempre cai algo que a gente não viu, né? [risos] Aí, para não estressar, decidi fazer o que sabia e estar pronta para aprender algo novo, se necessário”, explica.

Mesmo saindo do talent show com o troféu – e vários outros prêmios – debaixo do braço, a vencedora sente que poderia ter ido além. “Fiquei triste porque sempre falo que cozinha é elegância e sutileza, e o meu pão estava horroroso. Foi sorte acertar na batata e ter errado menos no hambúrguer”, desabafa. O prêmio, no entanto, tem um sabor especial para ela. “O Masterchef deixa uma sementinha de transformação e confiança em mim. O programa levantou meu astral e me mostrou que tudo é possível e que eu consigo. Ele prova que você pode tudo, basta um empurrão”, explica a campeã. Vai com tudo, Anna!

O MasterChef Brasil é um formato da Endemol Shine Group. O programa é uma produção Endemol Shine Brasil para a Band e para o Discovery Home & Health. O talent show vai ao ar às terças-feiras, às 22h45, na tela da Band, com transmissão simultânea no aplicativo e no site da emissora. A atração também é exibida toda sexta-feira, às 20h30, no Discovery Home & Health.

Loading...
Revisa el siguiente artículo