Zac Efron pausa vida em Hollywood e parte em jornada pelo mundo em série da Netflix

Por Gabriela Acosta - Metro Internacional

Zac Efron deixou para trás o glamour, a superficialidade e o ego para embarcar em uma jornada com o especialista em saúde Darin Olien para explorar maneiras sustentáveis e saudáveis de viver. O ator viajou para a França, Porto Rico, Reino Unido, Islândia e Peru para compartilhar suas aventuras e fugir dos estereótipos. Comida, água e energia são tópicos importantes na série “Curta Essa Com Zac Efron”, lançamento da plataforma Netflix e que intensifica a procura por inovações tecnológicas. O Metro Jornal conversou com o ator sobre esta sua “nova” faceta.

Você viajou o mundo antes da pandemia. O que te inspirou a fazer isso?

Eu sempre fiquei encantado pela magia e mistério da Mãe Natureza. Explorar o desconhecido sempre foi a verdadeira paixão da minha vida e agora, mais do que nunca, eu percebi o quão importante é cuidar do nosso planeta, das pessoas e de todos os seres vivos que compartilham dele conosco.

Vale - Branded content - julho/2020

Enfrentar a natureza tem riscos?

A natureza é sábia, é como o corpo humano: quando alguma coisa dói ou está errada, se manifesta sem aviso. Nós viajamos o mundo para achar novas perspectivas sobre problemas bem antigos.

Qual foi o maior desafio durante as filmagens?

Foi estimulante e desafiador, rápido e energético, mas também incrível, do ponto de vista emocional. Nessa viagem não teve luxo, nem atenção especial. Nós tivemos que deixar de lado o glamour que Hollywood te dá. Não tinha tempo de ver se você estava bem na frente das câmeras. No final, compartilhamos experiências reais.

Como você lida com os estereótipos que as pessoas têm de você?

Eu acho que isso já mudou um pouco. Chegou a minha vez de mostrar que sou um ator além da aparência física. Eu acho que todos temos coisas estranhas, e precisamos dessa oportunidade de mostrar nossas virtudes e defeitos.

Qual foi a melhor coisa que essa profissão te deu?

Viajar, conhecer pessoas interessantes e desenvolver minha paixão por atuar. Eu aprendi como combinar as preocupações de ator com a do ser humano que sou, corrigindo erros passados para adicionar no presente e futuro.  Tem vários projetos que foram deixados de lado por conta da pandemia, como séries e filmes, mas falamos disso uma outra hora.

Loading...
Revisa el siguiente artículo