Paris Jackson diz que tentou suicídio 'diversas vezes' após a morte do pai

Por Metro Jornal

A filha de Michael Jackson, Paris, abriu o jogo sobre a depressão em sua nova série documental "Unfiltered: Paris Jackson e Gabriel Glenn", exibida no Facebook.

Paris contou que, após a morte do pai em 2009, foi morar com a avó e passou a viver "sem regras". Foi quando começou a se automutilar. "Um primo me chamou de gorda e eu fiquei tipo 'não consigo mais fazer isso', e foi assim que comecei a me machucar. Eu fazia cortes e me queimava e nunca achei que poderia morrer porque eu estava controlando a lâmina. Eu sabia o quão profundo eram os cortes", relatou.

A filha de Michael Jackson afirmou que a automutilação era uma "distração da dor emocional" e disse ter tentado se matar "diversas vezes". Em 2013, foi internada em um hospital terapêutico.

Em depoimento à série, Paris contou que agora deseja usar seu alcance para ajudar outras pessoas que passam pela depressão. "Quero influenciar a autoaceitação, a coragem e se sentir confortável com a própria pele. Estou apenas trabalhando no conteúdo, tentando ser um conteúdo. Amor próprio é difícil demais".

Paris confronts her self-harm and body image issues. Will she be able to book an opportunity to walk in Jean-Paul Gaultier’s final fashion show?

Posted by Unfiltered: Paris Jackson & Gabriel Glenn on Tuesday, July 7, 2020

Loading...
Revisa el siguiente artículo