Saiba o que Bill Gates anda lendo e entenda a mente criadora por trás da Microsoft

Por Metro

Todos os anos, no início do verão no Hemisfério Norte, o fundador da Microsoft, Bill Gates, divulga uma lista com 5 livros que ele  recomenda. A deste ano, inclui  leituras interessantes para passar pela pandemia do novo coronavírus. “Me perguntam com frequência sobre o que eu estou lendo e assistindo", conta ele. "Tanto porque as pessoas querem aprender mais sobre a pandemia, quanto porque estão procurando novas distrações." Bill Gates diz gosta de falar sobre ótimos livros e programas de TV, mas também de ouvir o que os outros estão fazendo. "Estou sempre à procura de recomendações para mim”, explica. O magnata americano tem um blog oficial chamado Gates Notes (https://www.gatesnotes.com/) onde ele indica suas leituras, outros livros e também o que assiste. Confira quais foram os livros dessa temporada selecionados por ele: 

1. A bailarina de Auschwitz, de Edith Eva Eger 


A autora tinha apenas 16 anos quando ela e a família foram enviados a Auschwitz. Depois de sobreviver ao Holocausto, Eger se mudou para os Estados Unidos e tornou-se uma terapeuta. O livro mescla as memórias da escritora a um guia de como processar um trauma. “Penso que muitos vão encontrar conforto nas sugestões dela de como lidar com situações difíceis”, escreveu Gates. Compre a partir de R$ 34,90.

2. The Ride of a Lifetime, de Robert Iger


Gates considera este um dos melhores livros sobre negócios que leu ultimamente: na obra, o CEO da Disney, Robert Iger, faz uma reflexão sobre tudo que aprendeu em 15 anos na função. “Se você estiver procurando ideias para negócios ou simplesmente uma leitura para se entreter, acho que qualquer um gostaria de conhecer a história de quem supervisionou a Disney em um de seus períodos mais transformadores na história”, comentou o bilionário. O livro não tem tradução para português. Compre a partir de R$ 50,59 (e-book).

3. Atlas de nuvens, de David Mitchell


A ficção científica de David Mitchell relaciona seis histórias com séculos de distância entre uma e outra: o livro mostra o melhor e o pior da humanidade em uma narrativa irresistível. “É o tipo de romance sobre o qual você vai pensar e falar por muito tempo após terminar de ler”, diz Gates. Compre a partir de R$ 39,90 (e-book).

4. A Grande Gripe, de John M. Barry


Nós já indicamos esse livro antes. Tratando da pandemia de Gripe Espanhola de 1918, a obra de John M. Barry pode servir de comparação histórica para quem quer entender o momento atual. “Apesar de que 1918 foi um período muito diferente do que vivemos hoje, A Grande Gripe é um bom lembrete de que ainda estamos lidando com desafios parecidos”, opinou Gates. Compre a partir de R$ 47,90.

5. Good Economics for Hard Times, de Abhijit V. Banerjee e Esther Duflo


Mais um livro que, infelizmente, não tem tradução para o português. Mas trata-se de uma leitura irresistível. Escrito pelos vencedores do Prêmio Nobel de Economia de 2019, o livro aborda a desigualdade social e as divisões políticas, com foco em debates sobre políticas públicas que acontecem em países ricos como os EUA. “Banerjee e Duflo são dois dos economistas mais inteligentes da atualidade, e para a nossa sorte, os dois também são muito bons em tornar a economia acessível ao leitor médio”, diz Gates. Compre a partir de R$ 66,41.

 

O Metro Jornal pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página. Os preços informados e a quantidade disponível condizem com os do momento da publicação deste post.

 

Bônus:

1) Para quem tem Netflix, o Código Bill Gates – (Inside Bill's Brain: Decoding Bill Gates no original) é um documentário de Davis Guggenheim, resultado de dois anos acompanhando Bill e Melinda, com um retrato raro de uma das mentes mais fascinantes de nosso tempo. O filme foge das realizações e se foca na pessoa, e talvez pela primeira vez estamos vendo o Bill Gates verdadeiro. Obrigatório.

2) Bill Gates "previu" uma pandemia em palestra dada há no TED em 2015. Talvez possa parecer um exagero dizer que  Gates profetizado a pandemia de coronavírus em uma palestra, mas o que o fundador da Microsoft falou nessa apresentação faz todo o sentido e, dependendo de sua percepção, pode, sim, ser assustador. "Quando eu era criança, o desastre que mais temíamos era uma guerra nuclear. Hoje, o maior risco de catástrofe global não se parece com uma bomba, mas sim com um vírus. Investimos muito em armas nucleares, mas bem pouco em um sistema para barrar uma epidemia. Não estamos preparados", afirmou. Disponível no Youtube e dura menos de 10 minutos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo