Beyoncé escreve carta a procurador-geral e pede justiça por jovem negra morta pela polícia

Por Victoria Bechara

Beyoncé escreveu uma carta aberta ao procurador-geral do Kentucky, Daniel Cameron, para pedir justiça no caso Breonna Taylor. A jovem, negra, foi morta pela polícia dentro de seu apartamento em março.

A cantora pediu uma punição aos policiais envolvidos na ação, Jonathan Mattingly, Myles Cosgrove e Brett Hankisson e uma investigação sobre a forma como a polícia tratou o caso.

Os agentes da polícia de Louisville, nos Estados Unidos, entraram na casa de Breonna Taylor com um mandado especial, disfarçados, e deram 20 tiros dentro do apartamento. A jovem foi atingida oito vezes enquanto dormia.

Veja também:
Guitarrista do 5 Seconds of Summer é acusado de assediar menor de idade
Rafinha Bastos se manifesta sobre acusações contra PC Siqueira: ‘Estou sofrendo’

"Três meses se passaram, e a família de Breonna Taylor ainda espera justiça. A Sra. Taylor não conseguiu processar o seu luto. Ao invés disso, ela está trabalhando incansavelmente para conseguir apoio de seus amigos, seus familiares, sua comunidade e seu país para conseguir justiça", escreveu a cantora.

"Não deixe esse caso cair no padrão de inação após uma tragédia terrível. Com cada morte de uma pessoa negra nas mãos da polícia, temos duas tragédias: a morte em si, e a injustiça que se segue. Esta é a sua chance de quebrar este padrão. Tome decisões rápidas e decisivas. Os próximos meses não podem ser iguais aos três últimos", pediu.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo