O livro que você deve ler se não encontra a direção da sua vida

Por Nueva Mujer

Muitas vezes sentimos que a crise existencial se torna um visitante recorrente em nossas vidas. Nos perguntamos repetidamente se as decisões que tomamos são as corretas, se as pessoas ao nosso redor são fiéis e nos sentimos como estrangeiros em nossa própria pele, sem saber se há respostas erradas ou não.

É normal nos sentirmos perdidos em nossas próprias vidas e sentir que estamos sufocando entre problemas, sentimentos e relacionamentos.

A literatura se destacou por ser o guia espiritual que as pessoas estão procurando sem conhecê-lo. Entre as páginas dos livros, podemos nos conectar com mentes sábias, com outros tempos e com diferentes culturas.

Às vezes é necessário ouvir a voz dos autores que deixaram seu legado entre tinta e folhas de papel. Um desses casos é Herman Hesse, um dos autores que entende tudo sobre o sentimento de que não nos encaixamos no mundo e suas reflexões são um bálsamo para almas feridas.

Herman Hesse, o líder dos perdidos

Herman Hesse é um dos clássicos que transcendeu nosso tempo por sua genialidade e sua maneira de entender os incompreendidos.

Ele é o pai dos marginalizados e os protege em seus escritos, fazendo-os entender que não há problema em se sentir assim. Portanto, se você sentir que não se encaixa no convencional, leia este autor agora. Especialmente uma de suas obras mais importantes: Sidarta.

Aqui você pode encontrar e sentir-se identificado na busca de um caminho pessoal, do que significa encontrar-se e perder-se na tentativa.

.

Um pouco de Sidarta

Foi considerado uma inspiração, uma expressão essencial, um guia para muitos. Não é religioso, mas é espiritual. Não é um poema e, no entanto, é considerado um.

Não é a história verdadeira, mas foi adotada como uma. Não é um livro sobre vícios, mas ainda os envolve. Também não é uma história de amor, mas contém uma.

Loading...
Revisa el siguiente artículo