Museus e teatros reabrem no mundo inteiro com novas regras

Por Metro Jornal

Após meses parados, espaços culturais estão retomando as atividades no mundo todo. Desde o mês passado, museus vêm reabrindo suas portas na Europa e em países como Coreia do Sul e China, onde a pandemia passou de seu pico. Em alguns deles, salas de cinema e teatro também estão reabrindo. Aos poucos, o mundo das artes vai voltando, mas de uma forma diferente.

Uma ida ao cinema para assistir a um filme ou ao museu para ver uma exposição não são mais como antes. Na “nova normalidade” do mundo pós-coronavírus, há orientações e regras para quem quer acompanhar as novidades, no geral.

Distanciamento social mínimo, uso obrigatório de máscaras, recomendação para lavar as mãos com frequência – tudo aquilo que todos estão cansados de saber para evitar a disseminação do Sars-CoV-2. Em alguns locais, a solução é limitar o número de visitantes, funcionando com capacidade reduzida; em outros, só é possível entrar com reserva.

Museus

Na Europa, onde parte dos países já está voltando à normalidade desde o início do mês passado, museus também foram autorizados a reabrir. É o caso da Berlinische Galerie, na capital alemã, que desde o dia 11 já pode ser visitada. Coreia do Sul, Polônia, China e Suíça também seguiram os mesmos passos.

Desde então, outras instituições europeias passaram a funcionar na República Tcheca, Espanha e Itália, por exemplo, como a Galeria da Academia e a Galleria degli Uffizi, em Florença.

Um dos mais importantes do mundo, o Museu do Prado reabriu neste fim de semana, em Madri, na Espanha, somente com ingresso comprado online e medição de temperatura para entrar. Por outro lado, o Museu do Louvre, em Paris,  na França, pretende abrir só no dia 6 do mês que vem, também com novas regras.

Cinemas

Um dos setores mais afetados pela pandemia, cinemas tiveram de ser fechados e filmagens estão paradas há um bom tempo desde que foi decretada a quarentena. A Coreia do Sul foi um dos primeiros países a reabrir as salas, já no final de abril. Poucas semanas depois, República Tcheca, Alemanha, Islândia, Noruega, Polônia, Estados Unidos, entre outros, acompanharam o movimento.

Com autorização do governo do estado norte-americano da Califórnia para a  retomada das atividades, os principais estúdios de Hollywood já sinalizaram a volta de filmagens possivelmente nesta sexta-feira. Com medidas de prevenção, é claro, que vão desde a obrigatoriedade de testes de covid-19 e distanciamento, até a presença de um especialista na doença no sets de filmagem. 

Loading...
Revisa el siguiente artículo