Livro aborda dificuldades de convivência em prédio residencial durante pandemia

'A Pandemia no Prédio 295', de Carolina Vila Nova, faz rir e refletir com moradores bastante distintos de um condomínio paulistano

Por Metro

Se a convivência em um prédio residencial já é um desafio para muitos, imagine durante uma pandemia! Em novo livro, Carolina Vila Nova reúne diferentes personalidades em ficção repleta de analogias com os tempos de isolamento social.


“A Pandemia no Prédio 295” conta a história de moradores de um edifício de São Paulo, forçados a ficar em casa após o decreto de calamidade pública motivado pela doença contagiosa. O livro está disponível em edição digital (e-book), a venda no site da Amazon.

Entre os personagens estão figuras como a família “comercial de margarina”, a “viúva fogosa”, a jovem com “mania de limpeza e síndrome do pânico” e o homem “metido a machão”. São 12 apartamentos, 23 moradores e uma zeladora chamada Diná, que faz o elo entre as diferentes histórias e relata a vida do prédio como ela é.

Carolina Vila Nova

 

A leitura é leve, repleta de diálogos, e reveza momentos divertidos com reflexões sobre hábitos, manias e valores. Em meio às diferenças, a autora busca a solidariedade e a união – com máscara e distanciamento, claro – para enfrentar o vírus e buscar, em cada morador, uma transformação para o fim da quarentena. Para saber mais sobre o trabalho da autora, acesse: https://www.carolinavilanova.com.br/

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo