VÍDEO: Dr. Rey defende cloroquina e pede para assumir Ministério da Saúde

Por Metro Jornal

O cirurgião plástico mais conhecido como 'Dcotor Rey' acredita ser o nome ideal para assumir o posto deixado nesta sexta-feira (15) por Nelson Teich.

Robert Rey, poucas horas após a renúncia do ex-ministro, gravou vídeo dentro de um avião pedindo ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), uma chance de tomar o cargo.

View this post on Instagram

E’ MUITO HUMILHAÇÃO PEDIR…PORQUE FUI TÃO ZOADO PELA FAKE NEWS, MAS O BRASIL ESTÁ EM QUEDA LIVRE NA SAÚDE POR MINISTROS QUE NÃO APOIAM O PRESIDENTE!! ELE ESTÁ CERTO. POIS A SOLUÇÃO DELE E’ A MESMA QUE O 1o MUNDO CONSERVADOR!! MUITOS HOSPITAIS NOS USA FICARAM VAZIOS!! APOIO HODROXICLOROQUINA (dois estudos no USA demostrarão que funciona com poucos riscos ). APOIO ABRIR O BRASIL: com máscaras , luvas, distância social, protegendo os grupos em risco ! Também tenho novas soluções como fases em cores de Utah, a injeção de anticorpos de Israel, células tronco, Remdesivir, e muitos outros!! COMO CIDADÃO BRASILEIRO TENHO O DIREITO DE PEDIR (DENOVO) DE SER CONSIDERADO A POSIÇÃO DE MINISTRO DA SAÚDE DO BRASIL!💚🇧🇷💚. SO COLOQUEI O JALECO RAPIDAMENTE PARA DEMONSTRAR DEFERÊNCIA A ESTÁ CRISE DE SAÚDE E MOSTRAR SOLIDARIEDADE COM NOSSOS QUERIDOS/AS ENFERMEIRAS MÉDICOS, PESSOAL NO ATENDIMENTO, etc.

A post shared by Dr. Robert Rey (@drrobertrey) on

"Como cidadão brasileiro, tenho o direito de pedir (de novo) de ser considerado [para] a posição de ministro da Saúde do Brasil!", escreve o médico.

No vídeo, Dr. Rey critica a "guerra de ideologia" que acredita estar ocorrendo no país. "Em vez de brigar com o vírus estamos brigando um com o outro", descreveu.

O médico ainda ressaltou que está alinhado às ideias do presidente, Jair Bolsonaro, e que poderia garantir a estabilidade que o Ministério da Saúde requer em meio à pandemia.

"VOU TRAZER OUTRAS SOLUÇÕES SE ME APONTAR MINISTRO DA SAÚDE, como a injeção de anticorpos de Israel e Remdesivier (sic.)", escreve.

Não é a primeira tentativa de Rey em conseguir um cargo no governo. Logo após a eleição de Bolsonaro, em 2018, o cirurgião plástico foi até a casa de Bolsonaro se oferecer para chefiar a pasta da saúde. A oferta não foi aceita.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo