Golpistas retransmitem lives de sertanejos para desviar doações

Por Metro Jornal

O Procon-SP notificou os escritórios do Facebook e do Google no Brasil para receber informações sobre falsas transmissões de cantores sertanejos. Segundo o órgão, golpistas estão reproduzindo as lives dos artistas com QR Codes alterados para desviar dinheiro que seria doado à famílias afetadas pela pandemia de covid-19.

Desde o início da pandemia de coronavírus, a indústria musical se adaptou para conectar-se com o público pela internet e conscientizar sobre o novo coronavírus (Sars-CoV-2). A maioria das apresentações está sendo transmitida no YouTube, serviço de vídeos do Google, e no Instagram, rede social do Facebook. Algumas apresentações chegam a ter milhões de pessoas assistindo simultaneamente.

Veja também:
Mutantes tem ‘paródia’ nunca lançada de sucesso do Tim Maia
Pandemia adia cronograma de filmes da Marvel Studios; veja novas datas

Entre as informações solicitadas pelo Procon-SP estão quais políticas de segurança são aplicadas pelos sites para impedir que as pessoas tenham acesso a uma transmissão irregular, como elas podem ser identificadas e quais os mecanismos utilizados para tirá-las do ar. O órgão quer saber também se há consequências para canais que retransmitem o conteúdo. Os questionamentos devem ser respondidos pelas empresas até quarta-feira (29).

Cuidados antes de doar

Antes de fazer uma doação, certifique que você está na transmissão original. É possível verificar pelo nome do canal que hospeda a live, ou buscando um link correto nas redes sociais do artista – redes sociais costumam ceder selos de verificação para os perfis oficiais.

Loading...
Revisa el siguiente artículo