8 filmes recém-lançados no streaming para maratonar na quarentena

Por Angela Correa

Em tempos de isolamento, em que os órgãos de saúde recomendam que é preciso sair o mínimo possível de casa, o Metro Jornal elencou filmes que foram ou serão lançados neste mês, para você maratonar.

O retrato da adolescência em “Lady Bird”

Indicado ao Oscar de Melhor Filme em 2018, a comédia de Greta Gerwig mostra uma jovem que deseja emancipação. Insatisfeita por viver numa cidade onde nada acontece, ela vai atrás de morar na Califórnia.  Enquanto a hora não chega, no entanto, ela se divide  entre aescola, o primeiro namoro e os rituais de passagem para a vida adulta. Na segunda, dia 23, na Amazon.

Studio Glibi  em “A Viagem de Chihiro”

Marco da animação mundial, o filme de Hayao Miyazaki foi o primeiro não falado em inglês a ganhar o Oscar, em 2001. Junto com a família, Chihiro está mudando de cidade. No entanto, eles pegam um caminho errado. A criança tem de descobrir onde está e como salvar seus pais. Disponível na Netflix.

Revolução feminina em “As Golpistas”

Distribuído pela Amazon Prime, a trama, indicada ao Oscar deste ano, narra a amizade de Destiny e Ramona em uma casa de strippers. Quando a crise financeira chega, as amigas percebem que o declínio no número de clientes de Wall Street está abalando a rentabilidade. Com isso, decidem elaborar um esquema ousado para recuperar suas vidas.

“Midsommar: O Mal Não Espera a Noite“

Em meio aos mistérios do trama, que entra no catálogo da Amazon Prime amanhã, 19, Dani vai com o namorado e um grupo de amigos até a Suécia para espairecer de uma tragédia pessoal. Mas, ao invés das férias tranquilas com a qual todos sonhavam, o grupo se depara com rituais bizarros de uma adoração pagã.

“Jogos Vorazes” contra um  mundo distópico

Títulos do best-seller “Jogos Vorazes” chegam à Netflix neste sábado, 20. Após o primeiro filme sair da plataforma, “Em Chamas”, “A Esperança – Parte 1” e “A Esperança – Parte 2” trazem um universo onde a sociedade é dividida, cuja função é disputar o poder entre si e jovens tentam salvar a população.

Crise política em “The Post: A Guerra Secreta”
Estrelado por Tom Hanks e Meryl Streep, o longa-metragem disponível na Amazon Prime reconta os desafios do jornal The Washington Post, quando publicou documentos sigilosos do Pentágono e denunciou ações ilegais do país na Guerra do Vietnã. A trama é recheada de tensão política  e até fatos reais.

“Como Nossos Pais” na Netflix

No drama brasileiro que concorreu ao Festival de Berlim, Rosa é uma mulher que vive conflitos familiares e profissionais. Filha de intelectuais e mãe de duas pré-adolescentes, ela precisa superar as barreiras dessas gerações e lidar com o fim do casamento. Dessa forma, tem de contornar a angústia e a infelicidade.

“A Cor Púrpura” entoa grito de igualdade

Disponível na Globoplay, o conto épico abrange 40 anos na vida de Celie (Whoopi Goldberg), uma mulher afro-americana que sofre abusos do pai. Depois que ela casa, as coisas pioram e Celie procura encontrar companhia em qualquer lugar. Perseverante, mantém o sonho de reencontrar sua irmã na África.

Loading...
Revisa el siguiente artículo