Billie Eilish fala sobre sucesso e busca por felicidade: ‘sou e quero ser feliz’

Por Metro Internacional

Indiscutivelmente, a cantora norte-americana Billie Eilish é uma das sensações da música mundial no momento: sua canção “Bad Guy” foi eleita o single global de 2019 pela IFPI (Federação Internacional da Indústria Fonográfica). No entanto, a fama não é feita somente de dinheiro e curtição. Criticada muitas vezes pelo jeito que se veste, ela conversou com o Metro Jornal sobre carreira, ódio na internet e relação com os fãs.

Dona de diversos outros hits, como “Everything I Wanted” e “When the Party’s Over”, Billie Eilish ainda não entende como reagir à fama. Por isso, ela prefere defender sua própria maneira de lidar com a situação: aos 18 anos, a artista irreverente e, às vezes, rebelde, prefere não se expor publicamente. “Eu sou e quero ser feliz. Eu apenas não me mostro. Eu sou. De repente eu posso fazer um sinal ofensivo, mas é como um escudo para me defender”, disse.

Ela também afirmou que possui outro escudo de proteção contra o assédio da mídia: o irmão Finneas. “Facilita as coisas para mim. Eu devo confessar que gosto de fama. É um sentimento raro, mas eu gosto”, afirmou a cantora.

Redes sociais

Billie Eilish comentou sobre questões delicadas, como os sentimentos de medo e ansiedade causados por ofensas nas redes sociais devido à sua maneira de se vestir: ela prefere não mostrar o corpo. “Eu costumava ficar muito chateada lendo comentários na internet, cheguei a sentir que precisava responder às mensagens, mas não aguento essa merda.”

Ela ainda explicou como esse fenômeno digital ocorre. “As pessoas podem escrever coisas horríveis, que vai de tirar sarro do seu corpo ou até desejar sua morte. Eu não gosto mais de olhar para o celular porque é uma luta que eu sei que não vou ganhar. Se alguém me disser essas coisas pessoalmente, eu chutaria a bunda, sem brincadeira”, afirmou.

Fãs

A conta oficial do Instagram de Billie Eilish passou de 200 mil seguidores em 2017 para 56 milhões neste ano. A artista disse que reconhece a responsabilidade do alcance. “Agora eu entendo a relação entre fã e artista. Às vezes, na posição de fã, ficava chateada quando um ídolo não me respondia. Agora, do outro lado, eu sei as razões. No final, os fãs são a melhor parte da carreira, mas isso também implica uma grande  responsabilidade”, concluiu.

A turnê mundial de Billie passa pelo Brasil no dia 30 de maio no Allianz Parque, em São Paulo, e no dia 31 de maio na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro.

Billie Eilish - frases Emma McIntyre/Getty Images
Loading...
Revisa el siguiente artículo