Max von Sydow, ator sueco famoso por O Exorcista, morre aos 90 anos

Por Estadão Conteúdo

Max von Sydow, que se apresentava como "o garoto tímido transformado em ator", conhecido por seu trabalho com o diretor Ingmar Bergman e depois por ter interpretado o padre no clássico do terror O Exorcista, morreu. Ele tinha 90 anos.

Leia mais:
Cineasta Fernando Grostein, irmão de Luciano Huck, se casará com namorado nos EUA

Seu agente, Jean Diamond, disse nesta segunda-feira, 9, que o ator, nascido na Suécia, mas cidadão francês desde 2020, morreu no domingo, dia 8.

Desde sua estreia no cinema, no longa sueco Only a Mother, Max von Sydow estrelou cerca de 200 filmes e produções para a TV, e se manteve ativo até os anos 1980. Ele foi indicado ao Oscar de melhor ator em 1988 por sua atuação em Pelle, O Conquistador, e de melhor ator coadjuvante em 2012 por Tão Forte e Tão Perto. Mais recentemente, ele recebeu uma indicação ao Emmy por seu trabalho como o Three-Eyed Raven em Game of Thrones.

O ator foi um dos pilares para quase uma dúzia de clássicos, filmes angustiantes de Bergman, incluindo Morangos Silvestres, Vergonha e O Sétimo Selo, de 1957, no qual ele interpretou uma das mais memoráveis cenas de Bergman – como o cavaleiro medieval que joga uma partida de xadrez contra a morte.

Sua estreia em Hollywood foi em 1965 com A Maior História de Todos os Tempos, mas ganhou fama internacional como o padre no controverso filme de William Friedkin, de 1973, O Exorcista.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo