Filme brasileiro ganha prêmio no 70º Festival Internacional de Cinema de Berlim

Por Metro Jornal

O filme “Meu Nome É Bagdá”, de Caru Alves de Souza, levou, na última sexta (28), no 70o Festival Internacional de Cinema de Berlim – Berlinale, o prêmio Generation 14Plus, dedicado a retratar a situação de jovens pelo mundo. A obra ainda não tem data para estreia no circuito comercial por aqui.

Veja também:

Atualização deve mudar design do WhatsApp para o sistema iOS em breve
Skincare: produtos econômicos da Sephora para dar um up na sua rotina de beleza

A história gira em torno de uma skatista de 17 anos, chamada Bagdá (Grace Orsato) que tem a vida mudada quando encontra um grupo de meninas também skatistas.

Segundo a diretora do longa-metragem, a ideia “nasceu do nosso desejo de contar uma história sobre situações cotidianas vividas por personagens oriundos de um bairro de classe média baixa de São Paulo, tentando encontrar a poesia existente nessas situações. Também queríamos fazer um filme com mulheres fortes, que fugissem dos estereótipos e se fortalecessem através dos laços criados entre si, criando ilhas de amor e afeto num mundo frequentemente hostil a elas.”

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo