Maratonar no fim de semana: os filmes disponíveis na Netflix para refletir sobre racismo

Por Nathalia Marques

Os filmes podem ser muito mais do que entretenimento. Eles podem ser um caminho interessante para aprender, principalmente sobre assunto sociais. Um tema importante para compreender, por exemplo, é o racismo.

O Brasil, mesmo com mais da metade da população negra, é um país extremamente racista. Prova disso, é que população negra, no Brasil, tem 2,7 mais chances de ser vítima de assassinato do que os brancos. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A mudança da situação só ocorrera diante da conscientização. É justamente o que pode ser encontrados em alguns filmes disponíveis na Netflix. Abaixo selecionamos uma lista:

Raça

A história fala sobre a busca de Jesse Owens para se tornar o maior atleta da história. Isso o leva ao cenário mundial das Olimpíadas de 1936, onde ele enfrenta a visão de Adolf Hitler.

Histórias Cruzadas

A história do movimento pelos direitos civis da década de 1960, nos Estados Unidos, contata  sob o ponto de vista das empregadas afro-americanas sobre as famílias brancas para as quais trabalha e as dificuldades pelas quais passam diariamente.

Dear White People

Em uma faculdade predominantemente branca da Ivy League, um grupo de estudantes negros navega por várias formas de discriminação racial e outros tipos de discriminação.

A 13º Emenda

Uma análise aprofundada do sistema penitenciário nos Estados Unidos e como ele revela a história da nação de desigualdade racial.

12 Anos de Escravidão

Nos Estados Unidos pré-guerra, Solomon Northup, um negro livre, do interior de Nova York, é sequestrado e vendido como escravo.

Bem-vindo a Marly-Gomont

A história de Seyolo Zantoko, médico recém-formado de ascendência congolesa na França, que lutou com sua família para se integrar em uma pequena vila rural e acabou sendo considerado como um dos médicos mais respeitados da região.

Loading...
Revisa el siguiente artículo