A Culpa é da Carlota: Comedy Central estreia mesa redonda de humor 100% feminina

Por Angela Corrêa - Metro Jornal

Cabral, abra espaço. Agora é a hora e a vez de Carlota. Após sete temporadas de “A Culpa é do Cabral”, o canal Comedy Central estreia nesta segunda-feira (3), a primeira temporada de “A Culpa é da Carlota”, mesa redonda de comédia totalmente composta por elenco feminino. São 13 episódios, exibidos sempre às 22h.

E a emissora montou um timaço do humor, com representantes de várias partes do país, a começar pela apresentadora e roteirista paulista Cris Wersom (que também está na equipe de escritores do “Cabral”), que faz o meio de campo para Arianna Nutt (AL), Bruna Louise (PR), Carol Zoccoli (MT) e Dadá Coelho (PI). As gravações dos bate-papos foram no Teatro Gazeta no ano passado, com direito a plateia.

Cris Wersom Cris Wersom, apresentadora do programa / Divulgação

Ao contrário das colegas, Cris não veio do stand-up comedy. E esse combo rendeu. “Eu não sou sniper de piada, que 'dá' piada uma atrás da outra como elas. Sou mais de fazer graça com o que está acontecendo na hora. E isso foi muito acertado. Eu ria de não conseguir voltar ao texto. E é a maior prova de que foi muito divertido e anárquico, no melhor sentido”, conta a apresentadora.

Embora não esteja totalmente afastada de sua porção atriz com participações esporádicas em séries e no teatro, Cris tem se dedicado muito mais aos textos (é roteirista também da Globo e da série “Homens?”, com Fábio Porchat, também do Comedy Central). Por isso foi especial voltar à telinha.

“Por eu conhecer tanto o Cabral, eu achei que era tão a hora e o momento de estar à frente das câmeras de novo nesse lugar de protagonismo com as meninas. Para mim foi como um teatro filmado. Eu amei”, afirma Cris.

Apesar de não ter sido pensado exatamente como um teatro de revista, Cris conta que "A Culpa é da Carlota" acabou trazendo esse 'quê'. "É um programa muito novo, mas a sensação, conversando com as meninas, foi de 'carregar' (com a gente) mulheres como Dercy, Nair Bello. Por esse improviso, por esse escracho que a gente se permitiu ter, que é tão antigo, mas também tão moderno e polêmico para a mulher", afirma.

Roteiro

Assim como na mesa redonda masculina, cada uma das meninas escreve o próprio texto do Carlota escreve o próprio texto.

A Culpa é da Carlota A partir da esquerda: Dadá Coelho, Bruna Louise, Cris Wersom, Arianna Nutt e Carol Zoccolo / Divulgação

A equipe de roteiristas, que inclui, além de Cris, Fernanda Leite (chefe de roteiros), Victor Camejo, Raquel Real, Letícia Bulhões Padilha e Elena Altheman, fica responsável pelos quadros e por adequar tudo. "A gente deixa mais colorido, vê se tem piadas repetidas, machistas, homofóbicas ou racistas. Não é nossa intenção,  mas às vezes passa. A gente tem esse cuidado de manter uma linguagem de ser humano ético dentro da TV", contou.

Por que Carlota?

O nome foi inspirado no nome de Carlota Joaquina, esposa do rei D. João VI.

Loading...
Revisa el siguiente artículo