Anderson Noise ganha biografia escrita pela jornalista Claudia Assef

Por Metro Jornal

Anderson Noise é um dos pioneiros da música de pista no Brasil. DJ e produtor, foi organizador de festas que abriram o caminho da cena eletrônica em Belo Horizonte, sua cidade natal. Na ativa desde 1988, iniciou a carreira na acid house, mas logo migrou para o techno.

Toda a luta e os dramas pessoais do artista estão agora retratadas em “O Barulho da Lua – A História do DJ Anderson Noise” (R$ 40; Natura Musical), biografia escrita pela jornalista Claudia Assef. Com 160 páginas, o livro reúne depoimentos de pessoas que fazem parte da vida do artista, fotografias e uma playlist hospedada na internet, com leitura via QRCode e mais de 100 músicas de destaque nessa longa jornada. O lançamento rola nesta quinta (30), às 19h, no Centro Cultural Olido (avenida São João, 473, Centro, São Paulo). Entrada grátis.

Veja também:
Petrobras Sinfônica toca Queen e Balão Mágico em São Paulo
Anitta é surpreendida por Beyonce: ‘Estou surtando’

Foi por volta de 1992 que Noise arregaçou as mangas e passou a articular suas próprias festas. Depois de 40 eventos em lugares improváveis para a época, como um manicômio, shopping centers, concessionárias de veículos, estacionamentos e prédios históricos, vieram os festivais Dancing Noise e Rave Noise.

Em 1995, assumiu residência no clube Pagã, que levou nomes nacionais e estrangeiros de peso à capital mineira. E muito antes que se falasse em raves, Anderson Noise promoveu, em 1999, o Carnabelô, Carnaval fora de época que se tornou lendário na cidade.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo