Irmão de Nicki Minaj é condenado à prisão por estuprar enteada de 11 anos

Por Estadão Conteúdo

O irmão da cantora Nicki Minaj, Jelani Maraj, foi sentenciado a 25 anos de prisão nesta segunda-feira, 27, acusado de estuprar diversas vezes sua enteada.

Leia mais:
Datena fala sobre cirurgia: ‘por pouco não morri’

A vítima tinha 11 anos quando os abusos começaram, em abril de 2015. Maraj se casou com a mãe da garota em agosto de 2015, mas os dois já moravam juntos antes da cerimônia.

O homem de 41 anos está preso desde 2017 quando a Justiça o sentenciou como culpado, e ele recorreu.

Em 2017, a criança falou sobre o caso durante o julgamento, e comentou que Maraj a ameaçou, dizendo que a tiraria da mãe se ela falasse sobre os abusos. Segundo o site TMZ, Nicki Minaj chegou a visitar o irmão na cadeia, mas apenas para apoiar a mãe

Segundo o Daily Mail, os irmãos eram muito próximos, e Minaj chegou a financiar o casamento do irmão, mas após as denúncias os dois se afastaram. Em 2017, durante o julgamento, a defesa de Maraj chegou a dizer que a cantora iria testemunhar a favor do irmão, mas isso não ocorreu.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo