Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, cresce como vocalista

Por Angela Correa

O baterista Taylor Hawkins, do Foo Fighters, lançou um clipe do terceiro álbum de sua banda paralela Taylor Hawkins & The Coattail Riders, “Get The Money”. A música se chama “Middle Child”, e foi gravada por Hawkins ao lado de  Chris Chaney (Jane’s Addiction), Brent Woods e John Lousteau.

O disco conta com participações como Nancy Wilson (Heart), Perry Farrell (Jane’s Addiction), Roger Taylor (Queen), Joe Walsh (Eagles), Duff McKagan (Guns N’ Roses), Chrissie Hynde (Pretenders) e LeAnn Rimes, além de Dave Grohl e Pat Smear, seus companheiros no Foo Fighters. Conhecido por seu papel como baterista da banda de rock pós-grunge, Hawkins nasceu em Dallas, em 17 de fevereiro de 1972, mas cresceu nas ondas e na areia de Laguna Beach, na Califórnia. Influenciado desde a juventude por Stewart Copeland, do Police, passou pelo grupo experimental Sylvia, antes de começar a tocar nas turnês da canadense Alanis Morissette.

Em 1997, o Foo Fighters ficou sem baterista, e Hawkins aproveitou a chance. Desde então, o Foo Fighters se tornou uma estrela de considerável magnitude no rock de arena, mas Hawkins, apesar de curtir muito tocar bateria, sempre deixou escapar que se considerava um compositor frustrado.

Assim, meio que por acidente de percurso, ele acabou criando um projeto no verão de 2004, que eventualmente se tornaria o Taylor Hawkins & The Coattail Riders. Gravadas em três semanas, as primeiras ideias  saíram em meados de 2006. O álbum auto-intitulado foi influenciado pelo rock clássico de nomes como Police e Queen, rock progressivo, e Devo. “Red Light Fever”, o segundo trabalho, veio em 2010. No meio disso, ele ainda achou fôlego para iniciar uma banda de metal, a The Birds of Satan, que já tem um disco, lançado em 2014.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo