Sem Kanye West, aniversário de São Paulo terá Elba, Ney Matogrosso e Skank

Por Metro Jornal

Ao contrário do que se acreditava até o fim de 2019, o aniversário de São Paulo vai ser comemorado de maneira bem brasileira, com grandes nomes da MPB e do pop. A Prefeitura anunciou a programação da festa, que ganhou o nome de "Grande Cortejo Modernista"e será realizada de maneira itinerante no centro da cidade no sábado, 25 de janeiro.

O espetáculo vai ter participação de Demônios da Garoa, Elba Ramalho, Ney Matogrosso e Skank, da bateria da Escola de Samba Vai-Vai, do Balé da Cidade, a cantora Karol Conká, entre outras atrações.

Os shows começam no Pátio do Colégio às 14h e contemplam outros pontos históricos, como a esquina das avenidas Ipiranga e São João, a entrada do Theatro Municipal e o Largo do Paiçandu, dentre outros.

Outros pontos da cidade também vão receber atrações como Emicida, na zona leste,  Falamansa e Rastapé, na zona norte, Marcelo Jeneci, na zona oeste, e das bandas Os Travessos e Art Popular, na zona sul da capital.

Kanye West

Antes disso, a expectativa era de que o rapper Kanye West fizesse o principal show de aniversário, na Avenida Paulista, com entrada franca. A informação foi concedida pela primeira-dama do Estado, Bia Doria, para a colunista Sonia Racy, de O Estado de S. Paulo em 17 de dezembro.

Dias depois, porém, a notícia não se confirmou. As negociações agora são para que ele venha para a capital paulista em outra ocasião. Segundo a Folha de S. Paulo, o empresário Alexandre Allard negocia outra data.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo