Takashi Murakami: primeira mostra individual do artista no Instituto Tomie Ohtake enfatiza características da arte japonesa

Por Metro Jornal

Um dos principais nomes da arte japonesa contemporânea, Takashi Murakami tem sua primeira mostra individual no Brasil “Murakami por Murakami”, que abre hoje para convidados e amanhã ao público no Instituto Tomie Ohtake.

Com curadoria de Gunnar B. Kvaran – o mesmo curador da mostra de Yoko Ono realizada no Instituto em 2017 –, a exposição reúne 35 trabalhos, com pinturas que chegam a medir 3 por 10 metros.

Veja também:
5 tatuagens inspiradoras diretamente do Instagram
Vikings: Novo ator fala sobre retorno de Ragnar na 6ª temporada

As obras de Murakami, um grande fã de anime, se fundem em uma produção que descreve a cultura e a sociedade japonesa pós-guerra, a arte tradicional local e a cultura pop contemporânea mundial. Porém, nesta mostra, a identidade do Japão é que se  ressalta, especialmente pelo manifesto “Superflat”, que se caracterizava por uma tendência estética que a cultura japonesa contemporânea herdou de um momento do período Edo (1600-1868).

A mostra pode ser dividida em conjuntos: a partir da figura de Mr. DOB (derivada da gíria japonesa “dobojite”, ou “por quê?”), com o qual faz crítica à sociedade de consumo, sem vida e vazia; as recentes pinturas concentradas no zen-budismo, em retratos de mestres; a apropriação e interpretação dos trabalhos de Francis Bacon e sua noção de autorretrato, com densas composições com recorrentes características de sua iconografia – olhos, cogumelos e personagens – acentuados por múltiplas camadas de cores sobre folha de platina; além de uma seleção de vídeos, nove ao todo, editados por ele.

Takashi Murakami Takashi Murakami/Kaikai Kiki Co., Ltd. All Rights Reserved
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo