‘Precisei de teleprompter para cantar no funeral da princesa Diana’, diz Elton John

Por Band.com.br

Elton John disse que estava tão receoso de errar a letra ao interpretar uma adaptação de Candle In the Wind no funeral da princesa Diana que pediu para que instalassem um teleprompter junto ao piano.

O cantor e compositor britânico, que era amigo pessoal da ex-nora da rainha Elizabeth II, cantou a nova versão do sucesso usando palavras revisadas de autoria de Bernie Taupin, letrista e colaborador frequente.

A canção, que conta com a frase "Adeus, rosa da Inglaterra" em vez da original "Adeus, Norma Jean", se tornou o single que vendeu mais rápido no Reino Unido.

"Foi a primeira vez em que usei um teleprompter, um teleprompter do lado da minha mão esquerda, porque pensei que se cantasse 'Adeus, Norma Jean' seria enforcado, arrastado e esquartejado", disse Elton a uma plateia londrina esta semana. "Então, só por precaução, pedi o teleprompter ali".

O artista de 72 anos falou na Academia Real de Música, onde estudou, durante um evento que marcou a publicação de sua autobiografia Me: Elton John.

"Ele (Bernie) sempre me dá uma letra", explicou. "Vou a uma sala, coloco a letra no piano, olho o título. E quando começo a ler a canção, um filminho começa na minha cabeça, um pouco como compor uma trilha sonora quando você recebe a parte visual".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo