Filme ítalo-brasileiro abre 14º Festival de Cinema Italiano em São Paulo

Por Metro Jornal

O mafioso italiano Tommaso Buscetta (1928-2000) tem uma relação direta com o Brasil. Um dos principais nomes da organização criminosa siciliana Cosa Nostra, ele teve de fugir para cá na década de 1970 e acabou se estabelecendo e casando com uma brasileira. Quase 20 anos depois, a sua história é contada em “O Traidor”, de Marco Bellocchio, filme escolhido pela Itália para tentar concorrer ao Oscar de Melhor Filme Internacional, e também para abrir a programação do 14º Festival de Cinema Italiano, que começa nesta terça (19) em São Paulo, em sessão para convidados no Auditório Ibirapuera.

Além da produção de abertura, Bellocchio é o homenageado na Sessão Retrospectiva, com outros cinco filmes, em exibições no MIS: “Punhos Cerrados” (dia 28), “Sangue do Meu Sangue” (29, às 18h), “Vencer” (29, às 20h), “Bom Dia, Noite” (30, às 18h) e “A Bela Que Dorme” (30, às 20h10).

A mostra terá outros 13 longas inéditos em sua Sessão Contemporânea, que concorrem ao prêmio de público e crítica ao final do evento. A programação completa da mostra pode ser vista no site do festival.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo