Rapper will.i.am relata caso de racismo que sofreu durante voo na Austrália

Por Metro Jornal

O rapper will.i.am, membro do Black Eyed Peas, relatou em seu Twitter que sofreu racismo por parte de uma aeromoça, e foi recebido pela polícia no aeroporto quando o avião pousou, a chamado da mulher.

Veja também:
Novo PlayStation 4 Mega Pack chega este mês
Atores de “Liga da Justiça” aderem campanha pelo SnyderCut, versão do diretor do filme

Na rede sociail, will.i.am escreveu "Eu estou em um voo de Brisbane para Sidney. Sinto em dizer que eu e meu grupo tivemos a pior experiência graças a uma aeromoça super agressiva… Eu não quero acreditar que ela é racista. Mas ela claramente descontou suas frustrações em pessoas de cor".

Na sequência, o rapper postou uma foto mostrando que a polícia estava esperando por ele: "É assim que você é recebido quando pousa em Sidney. A aeromoça mandou a polícia atrás de mim porque eu não pude ouvir o que disse enquanto usava fones que isolam barulho". Além de marcar a companhia aérea e relevar o nome da atendente.

Outros passageiros que estavam no mesmo voo que will.i.am confirmaram a história do rapper, uma chegou até a pedir desculpas em nome da Austrália. A companhia aérea ainda não se pronunciou sobre o caso.

Loading...
Revisa el siguiente artículo