Centro Cultural Banco do Brasil recebe retrospectiva da artista japonesa, Chiharu Shiota

Exposição tem trabalhos de Chiharu Shiota do início de sua carreira, em 1994, até instalações inéditas inspiradas no Brasil.

Por Metro Jornal

Linhas interligando sapatos, chaves, camas, cadeiras e vestidos. A memória é a base de “Linhas da Vida”, retrospectiva da artista japonesa Chiharu Shiota, que abre nesta quarta (13), no Centro Cultural Banco do Brasil.

Com curadoria de Tereza de Arruda, a mostra reúne 70 obras, divididas em cinco núcleos. Fotografias, vídeos, desenhos, gravuras e, claro, as instalações, são as peças que movimentam as reflexões sobre a vida. Uma das obras, “Além da Memória”, é inédita e foi criada exclusivamente para o Brasil, e pode ser vista de todos os andares do prédio.

Além das grandes estruturas feitas de fios, Chiharu inclui em sua criação desenhos, pintura, fotografias e vídeo-performances, como “Se Transformando em Pintura” (1994), no segundo andar, onde ela passou tinta tóxica no próprio corpo e sentiu sua pele queimar.

Nascida em Osaka, em 1972, atualmente a artista vive em Berlim, e desde seu primeiro trabalho, em 1994, expôs em diversas instituições conceituadas. Sua primeira mostra no Brasil aconteceu em 2015, no Sesc Pinheiros, com três instalações montadas a partir de materiais doados pelo público.

Além da mostra no CCBB, a artista terá uma instalação, “Internal Line”, exposta até 2/2/2020 na Japan House (av. Paulista, 52, Bela Vista; tel.: 3090-8900; grátis).

Veja também:
Parque da Água Branca recebe evento gratuito de cultura tradicional
Popload começa bem cedo e animado nesta sexta em São Paulo; confira o line-up

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo